Crítica da Série: ‘Alias Grace – 1ª Temporada’

Oi gente!! No dia 03/11, chegou ao catálogo da Netflix a série Alias Grace. Uma adaptação do romance homônimo de Margaret Atwood. Para quem não sabe quem é a autora, ela é a mesma que escreveu The Handmaid’s Tale que chegou ao Brasil como O Conto da Aia e que está fazendo um enorme sucesso com a série de mesmo nome. Se quiser conhecer sobre ela, nós já liberamos a crítica (leia AQUI).

Antes de falar mais sobre a série, confiram sinopse e trailer…

Sinopse: Grace Marks (Sarah Gadon) é uma jovem irlandesa de classe média baixa, que decide tentar a vida no Canadá. Contratada para trabalhar como empregada doméstica na casa de Thomas Kinnear (Paul Gross), ela é condenada à prisão perpétua pelo assassinato brutal do seu patrão e da governanta da casa, Nancy Montgomery (Anna Paquin). Passados 15 anos desde o encarceramento da imigrante, o Dr. Simon Jordan (Edward Holcroft) se apaixona por Grace e fará de tudo para descobrir a verdade sobre o caso.

A história em Alias Grace é baseada em fatos reais. Em 1843, Grace Marks foi presa acusada de matar o patrão e a governanta da casa, mas a nossa história não começa aí. Somos levados no tempo para 15 anos após a prisão de Grace. Dr. Jordan é contratado para que faça uma avaliação psiquiátrica de Grace assim ela poderá ser libertada da prisão.

Ao longo dos 6 episódios de um pouco mais de 40 minutos cada um, somos levados a conhecer Grace. Dr. Jordan todos os dias vai visitar Grace na casa do governador da penitenciária para que possam fazer suas sessões psiquiátricas. Ela já era levada para lá todos os dias para que fizesse os servições domésticos da casa além de servir como curiosidade para as mulheres da alta sociedade.

Alias-Grace-first-look-images-5-600x400

Grace começa a reviver tudo que viveu desde que a família veio da Irlanda para o Canadá. Ela é a filha mais velha de uma família com cinco crianças. Durante a viagem de navio, Grace já sofre o primeiro baque de que como a nova vida na América seria. Sua mãe acaba não resistindo à viagem e eles desembarcam no Novo Mundo sem a mãe.

Eles mal viram o pai durante à viagem. Ele passou a viagem inteira na bebedeira enquanto Grace cuidava dos irmãos menores. Quando eles chegam no Canadá, Grace assume a casa e os cuidados com os irmãos. O pai dela era um homem abusivo e alcoolatra que obrigou Grace sair de casa para trabalhar e entregar o dinheiro para ele.

Com isso Grace parte para uma nova etapa de sua vida. Lembrando que ela era apenas uma menina na época e deixou uma criança mais nova do que ela com a responsabilidade de criar seus irmãos. Ela é contratada como empregada e é lá que ela conhece Mary Whitney. Ela se torna companheira de quarto de Grace e uma amiga. Como Grace é muito mais nova, Mary acaba servindo até mesmo como mãe para ela.

Alias_Grace7 (1)

Mary é alegre e vibrante. Ela apresenta para Grace coisas sobre a última revolução no Canadá além isso ela estará ao lado de Grace quando ela vai perdendo um pouco da inocência. Ela era muito nova quando foi obrigada a sair de casa, então ela não teve mãe para lhe falar das coisas que acontecem com uma menina. Mary assume esse papel, mas também mostra como se tornar mulher é difícil.

Ao longo do tempo que Grace trabalha com Mary, ela é uma pessoa feliz. É nessa época que Jeremiah é inserido na história. Ele é um mascate que passa vendendo coisas para as empregadas da casa. Prestem atenção nesse personagem porque ele vai aparecer alguns momentos bem importantes para a história.

tumblr_oylj4vRnEg1tw3kfno2_1280 (1)

Mary começa a apresentar um comportamento estranho e Grace tenta descobrir o porque já que a amiga sempre foi alegre e nos últimos tempos tem estado ausente e irritada. Não leva muito tempo para Grace descobrir o motivo. Mary se envolveu com algum homem rico que lhe prometeu casamento, mas é claro que não tinha nenhuma intenção de cumprir.

Aqui acontece um dos momentos mais dolorosos e determinantes na história de Grace. Ela como uma menina doce e inocente, oferece todo o apoio a Mary até mesmo omitindo do resto das empregadas o motivo de Mary está cada dia mais estranha. Não vou contar o que aconteceu com Mary, pois é por isso que Grace é convidada por Nancy para trabalhar na casa de Thomas Kinnear.

alias-grace-5 (1)

Grace conhece Nancy Montgomery quando ela está visitando a cozinheira da casa que Grace trabalha. Nancy diz que está procurando por uma boa empregada e oferece pagar mais do que Grace está ganhando atualmente. Como Grace está novamente sozinha, ela aceita ir para esse novo emprego.

E finalmente chegamos a parte que tudo mudará definitivamente na vida de Grace. Ela chega à cidade e é recepcionada por seu novo patrão. Thomas é um homem de meia-idade e que nunca se casou. Ao longo dos dias que Grace está trabalhando na casa dele, ela percebe como a relação de Nancy com ele é mais do que patrão e empregada.

Além de Grace e Nancy, Thomas tem mais um empregado: James. Durante os relatos de Grace ao Dr. Jordan, ela apresenta James como alguém sem modos e que claramente odiava Nancy e que pouco simpatizava com o patrão já que deixava todas as ordens da casa nas mãos da governanta.

img2-3

Tudo isso é relatado por Grace ao Dr. Jordan. Cada nova sessão vemos como ele está confuso sobre a inocência dela. Percebemos até que ele começa a desenvolver um interesse além do profissional por Grace e não sabemos até que ponto ela usa isso a favor dela.

Ela relata com muitos detalhes a triste vida que levou e isso comove o médico assim como a nós. Em muitos momentos eu duvidei da inocência dela e é isso que deixa a história mais interessante. Até onde onde os relatos sobre como James matou os dois era verdadeiro. Ela alegou em julgamento que não se lembrava de nada daquele dia, mas como eu disse eu vários momentos eu fiquei me perguntando se tudo que ela dizia fazia dela vítima ou se ela seria a grande vilã dessa história.

Alias Grace é uma história feita por mulheres. Elas formam o enredo principal, foi escrito por uma e a série teve tantas outras atrás das câmeras produzindo para que saísse perfeita. Falando na escritora, a autora até mesmo fez uma pontinha num dos episódios. Olha ela sentada na frente do patrão de Grace.

1174014 (1)

Eu li alguns comentários comparando Alias Grace com The Handmaid’s Tale, de como a série em questão não se comparava à outra. Como eu assisti as duas, eu posso dizer que não se compara mesmo, mas não é por qualidade e sim por enredo. São histórias completamente diferentes e ambas merecem atenção. Alias Grace trás uma releitura de uma história real e só isso já era motivo para deixar a gente curioso.

A série é limitada, então não vai voltar para uma segunda temporada. A série foi muito bem produzida e teve atuações brilhantes como a de Sarah Gadon (Grace) e Anna Paquin (Nancy). A duas mostraram medidas certas de bondade e maldade em suas personagens. Quem é a mocinha e quem é a vilã nessa história? Vocês precisam ver Alias Grace e tirar suas próprias conclusões.

10 comentários em “Crítica da Série: ‘Alias Grace – 1ª Temporada’

  1. olá tudo bem ?
    Quero assistir a Aliás Grace , por ser a releitura de uma história real ,
    onde as mulheres formam o enredo principal. A tematica me agrada. Bjsss

    Curtir

  2. Já conheço essa história através do livro Vulgo Grace, realmente é uma minissérie bem intrigante, ainda não tive tempo para ver ela por completo, mas sua narrativa é bem chamativa e pelo que vi até agora foi muito bem trabalhada, uma boa adaptação. A Netflix acertou em disponibilizar ela de forma limitada, isso garante mais qualidade a produção.

    Curtir

  3. Oii. Eu estou lendo “o conto de Aia” e é uma ótima leitura, não sabia que a autora tinha mais livros. Por o que contou, ela escreve sobre assuntos que nos fazem refletir bastante, deve ser por isso que me interessei tanto.
    A sua crítica está ótima.
    Vou assistir The handmaid’s tale e Alias Grace.

    Curtir

    1. Oi Fernando!!
      Acho que não vai ter continuação porque é uma série limitada e baseada num livro. O que eu te indico é buscar histórias sobre a Grace. Tem várias notícias sobre ela, mas de livro e série é apenas essa!!
      Bjs

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s