Resenha: ‘Dezembro em Cores – Aline Sant’Ana’

Oiiiii oi gente. Estou de volta com o último conto da série de Janeiro a Janeiro snif snif. A serie foi publicada pela Editora Charme somente em ebook. Tem resenha dos contos anteriores aqui no blog 😉 . Primeiro de tudo, confere a sinopse:

Anttoni Beaumont acredita ser um homem amaldiçoado. Após tentar se relacionar com várias mulheres e todas o tratarem somente como uma aventura, o pintor famoso de Paris decidiu que não se envolveria com mais ninguém.
Recluso em seu próprio mundo de tintas e solidão, Anttoni não esperava encontrar, em uma de suas sessões próximas ao rio Sena, uma mulher tão bonita e interessada em sua arte. Para ele, o que a desconhecida causou em seu peito seria facilmente sanado, já que o encontro não passava de uma casualidade do destino.
Mas o que era para ser apenas um caso isolado, se tornou uma convivência diária após descobrir que a menina desconhecida do rio Sena tinha um nome encantadoramente exótico e era sua mais nova funcionária.
Dezembro em Cores é o encerramento da série De Janeiro a Janeiro e nos mostra, em sua maior sensibilidade, que as promessas que fazemos pela razão podem ser facilmente quebradas pelas questões do coração.

Estamos em dezembro, e este mês conhecemos Anttoni, um talentoso e famoso pintor francês, que vive em seu mundinho fechado, envolto em suas pinturas. Ele não lida muito bem com a fama, não gostando muito de expor suas obras. A única pessoa que ele mantém uma relação é com Adelaide, uma senhora, que também é pintora, de 65 anos e que é sua vizinha. Ela vendeu a galeria para ele e o apartamento onde mora. Adelaide foi diagnosticada com Parkinson, e desde então deposita toda sua fé em Anttoni, o incentivando e acreditando nele.

25395257_1547102065410678_342958882_n

Anttoni sempre foi muito apaixonado e se entregava de corpo e alma em seus relacionamentos. Mas todos sempre acabava com ele sendo abandonado, o que o deixou traumatizado para se envolver novamente, principalmente por ele achar que está destinado a ser abandonado na vida, depois que seu pai foi embora. Ele fechou seu coração com medo de sofrer novamente e se proibiu de se apaixonar. Até ele conhecer a Minnie.

Minnie é uma menina super doce que sofreu muito com a morte da mãe a alguns anos. Desde então ela e o irmão Louis, viveram nos Estados Unidos com os tios amados, mas a vontade de morar em Paris, cidade natal de sua mãe e para a qual a mesma sempre quis voltar, e em uma viagem para conhecer a cidade ela e o irmão decidem tentar a vida em Paris.

Anttoni e Minnie se conhecem de um jeito totalmente espontâneo. Anttoni estava desenhando em seu bloquinho e por Minnie ser uma artista também e se encantar por todo o tipo de arte ela se aproxima dele sem nem perceber. Os dois sentem uma conexão mas o momento logo é quebrado e ele vai embora sem Minnie ao menos saber o nome dele. Anttoni se encanta por Minnie mas foge desta atração por não querer se envolver novamente.

Mas quando as coisas estão destinadas a acontecer não adianta a gente fugir não é mesmo? Adelaide convence Anttoni a expor seus quadros na galeria novamente e imaginem a surpresa quando ele descobre que a moça a qual Adelaide contratou para trabalhar na galeria é ninguém menos que Minnie. Nossa mocinha se sente atraída por ele e não esconde isso, mas nossa artista recluso deixa bem claro que nada irá acontecer entre eles.

“Nem uma explosão de cores, nem a mais perfeita obra de arte, nem o mais incrível dos gestos demonstraria o que existia dentro de mim.”

Com o passar do tempo, é inevitável que os dois se cruzem de vez em quando e o que era só uma atração, toma proporções grandes e fica cada vez mais difícil Anttoni fugir disso. Ele acaba sedendo e os dois se entregam a essa paixão tão pura e verdadeira. Achei bonita essa confiança que ele deposita nela, mesmo com o receio de se machucar novamente. Ele segue o seu coração. Mas é claro que a vida se encarrega de testar os dois e quando algo inesperado acontecer, Anttoni terá que apenas confiar na mulher que quebrou a parede que ele construiu em seu coração e Minnie terá a chance de mostrar que ela não vai a lugar algum.

“— Quando estiver comigo, quero que saiba que o que tenho dentro do peito vai se espalhar como tinta no chão, vai manchar a nossa história e não vai ter volta.”

Eu amei como a relação desse casal foi construída. Minnie com sua perseverança, acreditando na relação dos dois e Anttoni mesmo com medo de ter seu coração partido, confiando no amor mais uma vez. O sentimento de amor familiar também é bem presente e a relação tanto de Anttoni com Adelaide como de Minnie com seu irmão e seus tios é muito bonito de se ver. Aqueceu meu coração de verdade.
25675311_1547101852077366_1513568814_n.jpg

A música tema desse conto fica por conta de Someone New de Hozier. Aah que música mais gostosa de se ouvir. Eu não gosto de ouvir música enquanto leio mas pra quem curti, super recomendo que faça isso com essa música. Vou deixar ela aqui pra vocês.

E esse é o fim desta série maravilhooosa. Estou morrendo de saudades já e planejando reler todos. Amei passar esse ano todo com vocês e aproveitado da escrita da linda Aline Sant’Ana. Eu me lembro de cada conto pelas sensações diferentes que tive ao decorrer de cada leitura. Se você ainda não leu essa série, corre porque vale muito a pena. Aline não poderia ter fechado o ciclo melhor.

Dezembro em Cores foi uma delícia de conto e eu queria muito que tivesse mais páginas. Eu sofro muito com contos gente rs sempre quero mais. E Aline, já estou mais que ansiosa para sua próxima série, nunca te pedi nada haha. Minhas 5 Angélicas mais que garantidas.CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

4 comentários em “Resenha: ‘Dezembro em Cores – Aline Sant’Ana’

  1. A resenha ficou maravilhosa. Achei o Anttoni um personagem interessantíssimo. Agora, pra dizer a verdade, não sei se gostei mais do conto ou da música! Nossa, boa d+! Não conhecia Hozier, mas, certamente, ele vai entrar nas minha playlist! Blog fechando com chave de ouro o ano! Faz algum tempo que sigo o blog e nunca me arrependi! Sempre que estou à toa, dou uma passadinha aqui, para ver as novidades do mercado editorial. Bom d+!

    Curtir

  2. Não li a série dos livros mas gostei muito da resenha do livro, a série deve ser incrível a história é bem cativante,conto maravilhoso da Aline Sant’Ana. Depois da sua resenha fiquei bastante curiosa pra ler, bjs.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s