Resenha: ‘Originais – Jennifer L. Armentrout’ 

​Oii oi gente!! Estou de volta com a resenha de mais um livro da Saga Lux. Originais é o quarto livro deste romance sobrenatural e foi lançado ano passado pela nossa parceira Editora Valentina. Vale lembrar que a série deve ser lida na ordem. Temos resenhas de ObsidianaÔnix e Opala aqui no blog. Confiram a sinopse antes de mais nada…

“Daemon fará o que for preciso para ter a Katy de volta. Após a bem-sucedida, porém desastrosa, incursão a Mount Weather, ele está tendo que encarar o impensável. Katy foi capturada. Sua única meta agora é encontrá-la. Destruir qualquer um que se ponha em seu caminho? Com todo prazer. Incendiar o planeta inteiro para salvá-la? Moleza. Expor sua própria raça ao mundo? Sem problema. Tudo o que a Katy pode fazer é sobreviver. Cercada por inimigos, a única maneira que ela tem de sair dessa é se adaptando. Afinal, nem todas as facetas do Daedalus são totalmente malucas, embora os objetivos do grupo sejam assustadores e as verdades propagadas ainda mais perturbadoras. Quem é de fato o inimigo? O Daedalus? A humanidade? Ou os Luxen? Juntos, eles podem encarar o que vem pela frente. No entanto, a pior de todas as ameaças esteve escondida o tempo inteiro. Quando as verdades vierem à tona e as mentiras forem enfim desmascaradas, de que lado o Daemon e a Katy decidirão ficar? E será que eles conseguirão, pelo menos, continuar juntos?”

Como visto no final do livro anterior, a missão quase impossível de resgatar Beth foi bem sucedida, porém Katy acabou sendo capturada pelo Daedalus. Eles foram ingênuos em achar que poderiam entrar em um prédio do governo e conseguirem sair sem serem notados e essa ingenuidade cobrou seu preço. Originais tem seu início dando sequência neste acontecimento.

Katy agora está nas mãos do sargento Jason Dasher e Dr. Roth que são os responsáveis pelos infinitos testes, tanto nos híbridos, quanto nos Luxen. Neste livro vamos ver em primeira mão tudo o que acontece neste lugar. Coisas que até então Katy só sabia através de coisas que Dawson, irmão de Daemon, contava. Agora ela está passando na pele por coisas que ela nunca imaginou que pudesse acontecer com ela.

“Ceder e deixá-los fazer o que bem quisessem comigo não me parecera uma boa opção a princípio. Achava que a dor valeria a pena, pois preferia ir para o inferno a facilitar as coisas para eles.”

Por outro lado, Daemon está fazendo de tudo para encontrar e resgatar sua amada. Afim de protegê-lo, sua família o prendeu para que ele não acabasse fazendo nenhuma besteira, mas estamos falando de Daemon não é mesmo? Nada nem ninguém consegue o impedir de ir atrás de Katy, mesmo ele sabendo que vai ser capturado. Ele prefere estar ao lado de Katy. Ele presenciou como Beth não está nada bem devido a tudo o que passou quando estava presa e ele fica apavorado só com a ideia de Katy ficar assim e está passando por tudo isso sozinha.

Tudo o que o Daedalus queria era os dois juntos para poder fazer diversos testes que segundo eles, são necessários para seus objetivos de salvar a humanidade. O Daedalus afirma que tudo o que faz é para um fim grandioso, como por exemplo, a cura para todas as doenças. Com sua estadia dentro da organização, Daemon e Katy vão descobrindo vários lados do Daedalus e tem que decidir se acreditam ou não. Nada do que acontece lá dentro é bonito de se ver. Pelo contrário, é revoltante, mas eles juram ser necessários.

Além de fazer experimentos para curar todas as doenças usando o DNA de Luxen e híbridos, o Daedalus também diz que há Luxen querendo tomar a terra e eles querem criar um exército de híbridos treinados para lutar contra a invasão e defender a humanidade. Se não bastasse tudo isso, eles também descobriram algo grande, meio que por acidente, e que agora virou um dos objetivos mais importantes para eles. Eu não darei esse spoiler, mas tem algo totalmente a ver com o título deste livro e é algo que já está saindo do controle do Daedalus. Eu estou me coçando pra saber como isso vai se desenrolar.

27535045_1175277495936548_675509255_o.jpg

Daemon e Katy depois de tudo o que passaram não querem confiar em ninguém, mas mesmo tentando sair daquele lugar por si só, se qualquer ajuda surgir, eles com certeza irão aceitar. E a ajuda vem de onde eles menos esperavam. Com o fato de que existem Luxen querendo tomar a terra e outras ameaças no ar, eles precisam decidir de que lado vão ficar nesta guerra que com certeza está prestes a estourar. Mas mesmo tendo formado um time forte, nosso casal pode não ter uma escolha diante disso.

Originais é com certeza o meu livro preferido da série até agora. Eu absolutamente adoro os anteriores, mas esse é quando todas as cartas são finalmente colocadas na mesa e algumas peças são encaixadas nos dando uma visão totalmente inesperada. Temos alguns personagens de volta, mas também alguns novos que são interessantes demais. Archer é um deles. Ele é o guarda responsável por vigiar Katy enquanto ela estava presa e digamos que ele é especial. Apesar dele aparecer com certa frequência, só conhecemos ele de verdade mais pro final e eu estou louca pra ver mais dele. Luc, o adolescente extremamente inteligente, que quem acompanha a série já conhece, também está de volta e eu adoro as cenas que o envolvem. Os dois, junto com alguns outros, são muito importantes.

27535312_1175277362603228_955189514_o

A capa de Originais é minha preferida também. Esse modelo é meu Daemon com certeza rs. Quando acontece de ter um modelo na capa é muito difícil eu associar o personagem a ele. Geralmente eu imagino sempre outra pessoa rs. Mas desta vez foi impossível. O cara é totalmente meu Alien sexy e irritante rs Vou deixar esse gif para vocês contemplarem.

21535684_522416521435064_3361329375369756672_n.gif

E não posso deixar de falar da interação do nosso casal. Daemon e Katy estão mais unidos do que nunca e agora nada está entre eles. Nenhuma dúvida, omissão ou medo. Apesar de termos cenas bem dramáticas, temos muito leveza também e grande parte é graças a Daemon. Seu jeito sarcástico e irritante, mas totalmente apaixonante aparece diversas vezes. Claro, faz parte da personalidade dele. Sempre me divirto com ele e Katy juntos e neste livro não foi diferente. Eles enfrentam momentos difíceis, mas sem perder a essência deles, por mais complicado que as coisas fiquem as vezes. Katy é uma das mocinhas mais fortes que eu já vi e dá orgulho de ver ela superar seus obstáculos.

Eu ri – uma risada de verdade. Daemon arregalou os olhos, o verde das íris brilhando ainda mais. […] – Faz isso de novo – ele pediu numa voz rouca. O som me provocou um arrepio na espinha. – Fazer o quê? -Rir. – Ele se inclinou ligeiramente, as pontas dos dedos roçando meu rosto. – Quero escutar sua risada de novo.”

Se você já ama uma boa história sobrenatural, com um romance que te tira o fôlego muitas vezes, essa série é uma pedida perfeita. E mesmo você que quer se aventurar neste gênero, a Saga Lux é um ótimo começo. Temos romance, amizade, Aliens superpoderosos e uma história surpreendente. Minhas 5 Angélicas garantidas e já estou morrendo de ansiedade para o próximo volume, que infelizmente será o último e espero que virá pra fechar esta Saga com chave de ouro.CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

 

9 comentários em “Resenha: ‘Originais – Jennifer L. Armentrout’ 

  1. Para começar quero dizer que m senti hipnotizado por esse Gif (jogo sujo, viu!).

    Mas infelizmente, sinceramente falando, essa série não me atraiu nem um segundo. Acho que é porque o gênero não me atrai, não sei. Não funcionou comigo. Mas acho as capas bem interessantes e assim como você eu gosto mais dessa capa de ORIGINAIS. O modelo é realmente um espetáculo (chega choro).

    Bjão
    Diego, Blog Vida & Letras
    http://www.blogvidaeletras.blogspot.con
    Instagram: @vidaeletras

    Curtir

  2. Olá, tudo bem?

    Essa série vem ganhando muitos elogios e muitos leitores, e desde de sempre sou bem curiosa com a mesma, pois possui elementos que se sempre me encantam em uma obra. Eu achei legal esse livro “fechar” mais a trama e dar informações mais concisas, pois isso realmente é um fator que atrai o leitor. Também achei essa capa linda e esse modelo é gato demais. E personagens com jeito sarcástico e irritante são meu ponto fraco. Adorei a resenha!

    Beijos!

    Curtir

  3. Acho que já falei antes que está série não me chamavá a atenção, mas a cada nova resenha ela desperta mais a minha curiosidade sobre esta história. Você fala de forma tão empolgadas que agente se vê com vontade de acompanhar a história deste personagens também. Beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s