Resenha: ‘E Viveram Felizes Para Sempre – Julia Quinn’

Oooooi oi pessoas. Agora é oficial. Fui obrigada a me despedir desse série que a cada livro roubava um pedaço do meu coração (Colin roubou ele todo, mas a gente fingi rsrs). E nada melhor do que um compilado de histórias com respostas às perguntas que ficaram em aberto ao longo da série. Antes de eu falar mais, confere a sinopse:

“Alguns finais são apenas o começo… Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos…Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza. Ao longo de oito romances que foram sucesso de vendas, os leitores riram, choraram e se apaixonaram. Só que eles queriam mais. Então começaram a questionar a autora: O que aconteceu depois? Simon leu as cartas deixadas pelo pai? Francesca e Michael tiveram filhos? O que foi feito dos terríveis enteados de Eloise? Hyacinth finalmente encontrou os diamantes?A última página de um livro realmente tem que ser o fim da história? Julia Quinn acha que não e, em E viveram felizes para sempre, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, e responde aos anseios dos leitores trazendo, ainda, um drama inesperado, um final feliz para um personagem muito merecedor e um delicioso conto no qual ficamos conhecendo melhor ninguém menos que a sábia e espirituosa matriarca Violet Bridgerton.”

Chegamos ao último livro oficial da série Os Bridgertons e mesmo com o coração apertado pela despedida, estou muito satisfeita e apaixonada pelo trabalho e atenção de Julia Quinn neste livro. Ela atendeu os fãs e nos contou, de uma forma brilhante, todas as questões que ficamos morrendo de curiosidade para saber.

Eu não vou falar muito da trama em si, por correr o risco de eu acabar entregando tudo, então, farei pequenos comentários sobre cada conto. Esse livro, além de ser um grande agrado aos fãs, está recheaado de spoilers, afinal a autora nos entrega um segundo epílogo de cada livro. Mas se você chegou até aqui, eu nem preciso mais te convencer a se entregar a essa família. Muito provavelmente os Bridgertons já roubaram o seu coração também.

Como eu disse, temos um segundo epílogo para cada livro da série, ou seja, cada capítulo nos é apresentado um pequeno conto de cada volume respectivo à ordem da série, além de ter sempre um momento especial do casal referente. Gente, é amor que não acaba mais!

Tudo começa com O Duque e Eu, e enfim teremos o tão esperado momento de saber o que diabos o pai de Simon escreveu naquelas cartas. Quinn disse que não estava interessada em saber o que continha nas cartas, mas sim o que seria necessário acontecer para fazer Simon querer lê-las (Diva demais né?). Os momentos de Simon e Daphne foi de uma nostalgia muito grande por estar com o casal que foi o começo de tudo.

O Visconde Que Me Amava nos remete a uma das cenas mais memoráveis de toda a série: O Jogo de Pall Mall. Eu me matei de rir no jogo original e aqui não foi diferente. Anthony e Kate são um casal tãaao divetido e eu me lembrei disso novamente. Uma rivalidade tão cheia de cumplicidade (só lendo pra entender rs).

Um Perfeito Cavalheiro temos o final feliz de uma personagem muito querida e eu só fiz suspirar rs. Benedict continua apaixonado e faz tudo por Sofhie, sua amada e espirituosa esposa.

Os Segredos de Colin Bridgerton só me fez amar Colin ainda mais. Tudo beeem, o foco não é esse rsrs e sim no tão esperado momento em que Eloise Bridgerton descobre quem é Lady Whistledown. Se você leu, sabe bem quem é e o quão ansiosos ficamos para ver a reação de Eloise. Esse desenrolar não poderia ter sido melhor! Colin segue atormentando a todos e sendo brecado por Penelope. Eu amo demais esse casal.

“É muito mais fácil guardar um segredo de mil pessoas do que apenas de uma — disse ele. — Há muito menos culpa envolvida.”

Para Sir Phillip, Com Amor vem com um toque novo. Julia Quinn nos apresenta Amanda, filha de Phillip Crane e enteada de Eloise, em uma narração em primeira pessoa. Vocês não leram errado. Julia Quinn fala que tinha vontade de experimentar escrever na primeira pessoa a um tempo e nada melhor do que neste momento para colocar isso em prática né ?!

O Conde Enfeitiçado vem com a resposta que tanto queríamos em relação a Francesca. E, esse momento, acontece de uma forma tão Francesca que não poderia ter sido de outra forma. Quinn é uma mãe que sabe bem como suas crias devem se comportar e não decepciona. Ainda é lindo de ver o amor de Michael por Francesca e vice e versa.

Um beijo Inesquecível enfimmmm nos mostra o desenrolar de um dos momentos finais mais aflitos para mim. Não de uma forma totalmente negativa mas sim desesperadora rs. Será que Hyacinth finalmente encontrou os diamantes?

”É incrível a força que uma pessoa pode fazer quando devidamente motivada.”

A Caminho do Altar deixou uma dúvida divertida. Qual seria os nomes escolhidos para todos os noves filhos de Gregory e Lucy? Quinn admite que nem ela sabe como desenvolver uma trama para tirar essa dúvida. Mas estamos falando de Julia Quinn não é mesmo? Ela deu um jeito e se preparem rs

E, por último, mas não menos importante, temos O Florescer de Violet. A mamãe Bridgerton de forma alguma poderia ficar de fora dessa bagunça cheia de amor. Ela é o centro dessa família e a matriarca mais amada e respeitada não só pela família, mas por todos em Londres. Nós a conhecemos e a amamos assim, como Sra. Bridgerton, e chegou a hora de sabermos mais sobre a Violet que um dia foi Srta Ledger.

Eu nem preciso dizer o quanto amei esse livro né? rs. Veio pra fechar com chave de ouro essa série tão amada e cumpriu sua missão. Cada momento de cada casal é especial e bate aquela saudade gostosa. Eu senti falta de uma personagem em especial e quando me dei conta que estava esperando ela aparecer, caí na gargalhada. Nunca imaginei que ia desejar tanto que essa personagem desse o ar de sua graça rs.

O livro segue o padrão dos anteriores, com páginas amareladas e espaçamento e fonte de tamanho ótimos para a leitura. A abertura de cada capítulo é feito por Julia Quinn nos contando o que vamos ter sendo revelado e o motivo de ela ter escrito aquilo. Eu amei o jeito direto que ela se dirige a nós, nos contando curiosidade dos livros. Só comprova o quanto ela é atenciosa e uma escritora incrível.

Se você já conhece Os Bridgertons, sabe o quanto esse livro é especial, tanto por trazer um pouco dos personagens amados, como a continuação de suas histórias a partir do final de seus respectivos livros. Pra quem ainda não conhece essa família maluca eu só posso dizer para começarem a ler imediatamente. São histórias incríveis que só melhoram a cada livro e aquece o coração da gente. Deixo minhas 5 Angélicas mais que merecidas e me despeço dos Bridgertons já desejando reler todos em breve!

CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

12 comentários em “Resenha: ‘E Viveram Felizes Para Sempre – Julia Quinn’

  1. Aaaaaaaai eu preciso ler essa série logo!!! A cada resenha sua, a vontade de ler aumentou mais e mais. Agora com esse último livro, me bateu uma tristezinha porque acabou e eu nem li ainda, imagina quando ler. Adorei ❤

    Curtido por 1 pessoa

  2. Amo a Júlia e os (seus) Bridgestons. Ainda estou para encontrar uma série mais perfeita de livros, e olha que eu ainda nem completei a leitura dela. Eu já sabia dessa iniciativa linda que ela teve, de responder todas as questões dos leitores e achei super bacana. Estou louca para ler esse tb!
    Adorei teu post!

    Curtir

  3. Embora não conheça, tenho ouvido muitos elogios quanto a série é a vontade de lê-la só aumenta. As histórias são fortes e intensas, o prato cheio para nós que amamos bons livros. Melhor ainda quando a autora de um universo tão denso nos presenteia com encerramentos dignos. Está na minha lista para 2019!

    Abraços! 😊

    Curtir

  4. Quando a gente ama um livro sempre fica aquele gostinho de quero mais, dá uma saudade…e o que dizer de uma série então? Saudade em dobro! A ideia da autora foi genial, um conto pra cada livro foi uma maneira de fechar com chave de ouro a história dessa família tão carismática 😊

    Curtir

  5. Oi.tudo bem ?
    Nossa que post lindo, foi muito bom acompanhar todas as suas resenhas sobre essa família e Julia Quinn tem uma escrita que encanta a todos.Seus romances são apaixonantes. é com toda certeza uma ótima indicação de autora e obras.

    Curtir

  6. todo mundo fala em dessa série de livros, eu nuca li, mas diz que vai ter série na netflix né??
    Mas, de qualquer forma, amei teu veredito final sobre os livros, parecem ótimos e espero de coração que tu não tenha ressaca, coisa que acontece muito comigo quando leio séries muito grandes. kkkk

    Curtir

  7. Oi, como vai?
    Não conhecia Os Bridgertons, mas já fiquei amando eles e louca por conhecer todas as histórias que os envolvem.
    É impossível ler uma resenha dessas e não nos apaixonamos. Os personagens parecem ser daqueles que nos conquistam em segundos. Vou mesmo me entregar aos maravilhoso mundo de Os Bridgertons.

    Curtir

  8. Ai Anna, eu preciso mesmo ler essa série. Esse livro parece ser o mais amorzinho de todos, por ser contos e acabar matando a saudades de todos os personagens. Eu adorei acompanhar a sua jornada com essa família e como cada história te tocou! E aí, é sempre triste nos despedir, né?! Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s