Melhores do Ano: ‘Séries de TV’

Oieeeee pessoal!!! Ai eu amo esse clima de fim de ano, onde nos despedimos do ano que está acabando com retrospectivas de tudo que passou. O clima de saudade já está grande por aqui! E dando continuidade ao nosso especial de fim de ano, hoje trouxe pra vocês as séries que nós assistimos em 2018 e que, se você ainda não viu, vale muito a pena maratonar durante esses dias de folga. Afinal, quem não ama sentar no sofá e assistir uma série maravilhosa, né?

Cada uma de nós indicou 3 séries preferidas que assistiu esse ano, não necessariamente teve seu lançamento em 2018, mas que teve pelo menos uma nova temporada nesse ano. Ou seja, tem pra todo gosto! Tem série nova que tem apenas uma temporada para aqueles que não curtem séries muito longas. Mas também, tem série mais antiga que já tem várias temporadas pra passar o Natal e o Ano Novo comendo pipoca e hibernando na frente da TV. Gostaram né? Então vem conferir nosso Melhores do Ano de Séries de 2018!

ADRIANA

*La Casa de Papel 

Oito habilidosos ladrões se trancam na Casa da Moeda da Espanha com o ambicioso plano de realizar o maior roubo da história e levar com eles mais de 2 bilhões de euros. Para isso, a gangue precisa lidar com as dezenas de pessoas que manteve como refém, além dos agentes da força de elite da polícia, que farão de tudo para que a investida dos criminosos fracasse.

*O Mundo Sombrio de Sabrina

Prestes a completar dezesseis anos, a jovem Sabrina Spellman (Kiernan Shipka) é obrigada a tomar uma decisão crucial que mudará sua vida para sempre. Ela deve escolher entre o mundo das bruxas e o mundo dos mortais, enquanto luta para proteger a família e os amigos de forças sombrias que os ameaçam.

*The Handmaid’s Tale

Depois que um atentado terrorista ceifa a vida do Presidente dos Estados Unidos e de grande parte dos outros políticos eleitos, uma facção catolica toma o poder com o intuito declarado de restaurar a paz. O grupo transforma o país na República de Gilead, instaurando um regime totalitário baseado nas leis do antigo testamento, retirando os direitos das minorias e das mulheres em especial. Em meio a isso tudo, Offred é uma “handmaid”, ou seja, uma mulher cujo único fim é procriar para manter os níveis demográficos da população. Na sua terceira atribuição, ela é entregue ao Comandante, um oficial de alto escalão do regime, e a relação sai dos rumos planejados pelo sistema.

 

ANNA

*Elite

Depois de um problema na escola que frequentam, três alunos do ensino público são transferidos para a Las Encinas, a melhor e mais exclusiva escola na Espanha, onde os filhos da elite estudam. O choque entre os menos favorecidos e aqueles que têm tudo culmina em um assassinato. Agora resta saber: quem está por trás do crime?

*I’m Not a Robot

Perfeito da cabeça aos pés e com um QI de 157, Kim Min Kyu é chefe da maior empresa financeira da Coreia (KMF). Ele possui uma alergia tão grave, que vive em um ambiente estéril, desprovido de humanos. Há vários mistérios em relação a ele e o modo como vive sozinho em uma mansão. Min Kyu nunca se apaixonou até encontrar uma mulher robô. Jo Ji Ah é uma jovem empresária apaixonada e enérgica que possui um QE (inteligência emocional) extremamente elevado. Ela sempre está disposta a ajudar as pessoas quando elas precisam. Seu ex-namorado Baek Gyun, um engenheiro robótico, pede-lhe para agir como uma robô a tempo parcial.

*Sense8

Grupos de pessoas ao redor do mundo que estão ligadas mentalmente, e precisam achar uma maneira de sobreviver sendo caçados por aqueles que os veem como uma ameaça para a ordem mundial. 

P.S.: Todas as minhas indicações estão no meu coração, no grupinho das queridinhas, mas Sense8 tem um espaço um tanto maior rs. O episódio especial que lançaram esse ano foi totalmente um presentão pros fãs e confesso que uma parte de mim espera por continuação rs. Foi a melhor série do meu ano, com certeza.

 

LETÍCIA

*A Maldição da Residência Hill

Shirley (Elizabeth Reaser/Lulu Wilson), Theo (Kate Siegel/Mckenna Grace), Nell (Victoria Pedretti/Violet McGraw), Luke (Oliver Jackson-Cohen/Julian Hilliard) e Steven (Michiel Huisman/Paxton Singleton) são cinco irmãos que cresceram na mansão Hill, a casa mal-assombrada mais famosa dos Estados Unidos. Agora adultos, eles retornam ao antigo lar e são forçados a confrontar os fantasmas do passado, após o suicídio da irmã mais nova.

*Harlan Coben’s SAFE

Tom (Michael C. Hall) é um cirurgião pediátrico que cuida sozinho de suas filhas, Jenny e Carrie, após sua esposa vir a falecer. No entanto, sua vida muda drasticamente quando uma delas desaparece a caminho de uma festa. Agora, esse pai desesperado inicia uma investigação para descobrir o paradeiro da menina, fazendo com que segredos de pessoas próximas comecem a ser revelados.

*The Originals

Um spin-off de The Vampire Diaries, que se passa em New Orleans. A série é centrada nos irmãos Mikaelson, que são conhecidos como os vampiros originais do mundo: Klaus (Joseph Morgan), Elijah (Daniel Gilles), e Rebekah (Claire Holt). Séculos atrás, eles prometeram ficar juntos para sempre e proteger uns aos outros. Agora, os laços familiares quebrados, tragédia e fome recaem como maldição àqueles que não cumpriram seus votos. 

P.S.: Pra simbolizar essa série tão incrível que tive o enorme prazer de conhecer esse ano, vou escolher a 4ª temporada que deixou mais claro do que nunca a importância da família e do que somos capazes de fazer para defendê-la. O final foi incrível, lindo, triste, maravilhoso, esplêndido, emocionante. Não tenho palavras suficientes para descrever!

P.S. 2: O trailer abaixo tem chuva de spoilers das temporadas anteriores rs. 

 

RAÍSSA

*American Crime Story

Série em formato antológico, em que temporada conta uma história independente, baseada em algum crime real que ganhou comoção pública e foi pauta de notícias.

1ª Temporada – The People v. OJ Simpson: O julgamento de O.J. Simpson (Cuba Goodin Jr). Ex-jogador de Futebol Americano, Orenthal James foi acusado em 1994 de assassinar a esposa, Nicole Brown, e seu amigo Ronald Goldman. Contada através da perspectiva dos advogados que conduziram o caso, a temporada explora os acordos feitos de maneira informal e as manobras políticas conduzidas por ambos os lados envolvidos.

*Dynasty

O bilionário Blake Carrington e a jovem Cristal (Nathalie Kelley) estão prestes a se casar, mas a notícia não parece agradar a todos, principalmente à filha do empresário Fallon Carrington. Como se os conflitos entre as duas já não fossem suficientes, Blake precisa encarar a terrível rede de corrupção da alta sociedade, que pode acabar em assassinato.

*Supergirl

Kara Zor-El nasceu no planeta Krypton, e escapou da destruição há anos. Desde então, ela chegou à Terra, e vem escondendo poderes que ela e seus primos têm. Mas agora, aos 24 anos, ela decidiu assumir suas habilidades e ser a heroína que nasceu para ser.

Ps: Nessa escolha em específico, preferi colocar a quarta temporada devido a mensagem incrível que eles estão passando. Eles estão trabalhando com o aumento absurdo de ódio das pessoas da Terra, contra os alienígenas, regados a discursos e até mesmo morte.

48403053_881694012221947_5730364100970545152_n

Ai, a única parte ruim dessas indicações é que a lista só cresce, né? Eu mesma já acrescentei uns 3, no mínimo, para maratonar nas férias de fim de ano rs. E vocês? Curtiram nossas indicações de melhores séries do ano? Discordou de alguma? A vontade de começar uma maratona bateu aí? Me conta tudo aqui nos comentários e fique por perto, que ainda teremos outras indicações nos próximos dias. Até a próxima!

12 comentários em “Melhores do Ano: ‘Séries de TV’

  1. Olá, boa tarde!
    Nossa, você assistiu mesmo a todas elas?? rs
    Eu confesso que não curto séries, exceto “La casa de Papel e The 100”. Não tenho muita paciência, quero que tudo acabe logo na 1° temporada. rsrs

    Curtir

  2. Nossa, Dinastia ganhou meu coração assim que vi a capa como sugestão na Netflix. Perfeita a série, pena que não atualizam logo o episódio da segunda temporada. Tô mega ansiosa.
    Lá Casa de Papel não me desceu, será que eu assisti errado? Hahahahah, eu vou até rever de novo.
    O Mundo Sombrio de Sabrina, comecei com minhas filhas, mas não vi mais que o segundo episódio, vou retomar.
    Elite tá na lista pra esse mês ainda.
    E Super Girl tem nem palavras, sou suspeita pra falar, pq amo a Kara.
    Adorei as dicas, anotei algumas pra eu ver depois.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Não se sinta mal, eu também não consegui assistir La Casa de Papel kkkkk, mas ainda não desisti. Pretendo tentar novamente antes da terceira temporada porque eu amo uma modinha!!! rs

      Curtir

  3. Olá,

    Sou o tipo de pessoa que não costuma assistir séries (sim, sou diferentona). As únicas que assisto são aquelas que estão começando. Dessas só assisti “La casa de Papel” e nem assisti completa ainda, sou dessas. mas, quero muito assistir a de Sabrina e a de Residência Hill, mas só me falta coragem mesmo haha
    Adorei as indicações de vocês e mesmo não gostando de assistir séries, anotei algumas para assistir pelo menos o piloto e ver se me interessa!

    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Em 2018 eu super maratonei Sabrina e A Maldição da Residência Hill, sou simplesmente viciada em séries e to louca para ver Elite e The Originals ❤

    Curtir

  5. Dessa lista eu só assisti Elite, Residencia Hill e O Conto da Aia, achei série muito legais.
    As outras eu não vi ainda, mas quero ver, adorei as indicaçãoes!

    Curtir

  6. Oi! Amei o post ♥️ foi um ano sensacional para séries. O mundo sombrio de Sabrina já me pegou no primeiro episódio e eu já tive que maratonar. Em 2018 também comecei e terminei até o último episódio de riverdale, estou ansioso para o retorno dessas duas séries agora em 2019

    Curtir

  7. Que lista maravilhosa, cheia de séries que quero ver!! Das listadas, concluí Elite, achei a séria boa, mas deixou a desejar em alguns temas, acredito que tenha faltado aprofundamento, mas mesmo assim o clima de “Quem matou Marina” me levou até o fim e estou ansiosa para a segunda temporada. Sobre La Casa de Papel, eu assisti oito episódios da primeira temporada assim que lançou, acho que desanimei no caminho e nunca mais voltei a ver.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s