Resenha: ‘No Meu Sonho Te Amei – Abbi Glines’

Oiêêê pessoal!!! Quem é fã da Abbi Glines aí levanta a mão? \o/. Pois bem, hoje trouxe o mais novo lançamento dessa diva maravilhosa pra vocês. No Meu Sonho Te Amei é o lançamento de Janeiro da Editora Arqueiro e o primeiro livro participando da Coleção Pin Arqueiro de 2019 que, nós aqui do Além, estamos ansiosas para colecionar. Mas vamos falar desse livro incrível? Confere a sinopse e depois vem ver o que eu achei dessa história de Vale McKinley:

“Na noite da formatura, Vale McKinley sofre um terrível acidente de carro. Junto com ela está Crawford, seu namorado, que acaba entrando em coma. Eles pretendiam aproveitar o verão fazendo planos para a universidade, com um futuro brilhante cheio de possibilidades. Agora, Vale passa longos dias no hospital, à espera de que Crawford acorde. Lá, ela encontra por acaso com Slate Allen, colega de faculdade do seu irmão. O garoto aparece regularmente para visitar o tio, que está internado. Quando se esbarram, Vale não consegue negar a atração proibida entre eles. Ela tenta ignorar seus sentimentos, mas não é imune ao charme de Slate. Aos poucos, os dois se aproximam. Depois de muito relutar em sair do lado de Crawford, Vale cede aos apelos da família e vai para universidade, pensando que o namorado gostaria que ela tocasse a vida. Só que agora a garota está no território de Slate e a história dos dois vai sofrer uma grande reviravolta.”

20190128_174913

A noite mais esperada da vida de qualquer jovem chegou: a noite da formatura. Finalmente encerrando essa fase do ensino médio e já com o pézinho direito no futuro que os espera na universidade, Vale McKinley e seu namorado Crawford estão mais felizes que nunca, rumo ao começo de suas vidas quando o destino coloca um caminhão no caminho deles. 

Em um segundo, a vida deles muda drasticamente e tudo que eles planejaram parece cair por terra quando Crawford fica em coma e Vale escapa com apenas um corte na testa, mas sem nenhuma vontade de seguir a vida enquanto o seu grande amor não acordar. 

“Tínhamos um futuro pela frente, um futuro que planejávamos desde a infância.”

Durante um mês, Vale vai ao hospital pela manhã e volta a noite, esperando que, quando ele abrisse os olhos, ela estivesse lá pra ele. Com essa rotina, consequentemente, ela deixa todo o resto da sua vida de lado, não arruma suas coisas para a universidade que começará logo, só chega em casa pra comer e dormir e preocupa a família mais que tudo. Mas, por mais que ela saiba que precisa tomar uma atitude logo para colocar sua vida nos trilhos novamente, ela sente que não deveria estar vivendo sua vida livremente enquanto seu namorado não pode.

Num desses dias em que Vale está na sala de espera do hospital, esperando seu horário chegar pra ir ler para Crawford, um estranho vem falar com ela. Achando ele tão lindo quanto enxerido, Vale logo corta o papo e ele vai embora. No dia seguinte, quando seu irmão Knox, vem trazer seu almoço o estranho aparece novamente e se revela nem tão estranho assim: ele é amigo do seu irmão e eles fazem parte da mesma fraternidade na universidade que Vale ia com Crawford.

O estranho se chama Slate Allen e está naquele hospital porque o tio, que o criou desde que era criança, tem câncer terminal e está internado. Apesar do seu jeito convencido e intrometido de puxar assunto, ele ainda consegue ser atencioso trazendo café pra Vale todos os dias. O problema é que Slate é conhecido pelo rastro de mulheres que ele usa e joga fora por onde passa. Até nos hospital ele tem seu harém de enfermeiras que ele não faz esforço nenhum para ter quando quiser.

Isso, somado ao fato de Knox alertar Vale que Slate a considera um desafio, já que ela não dá mole pra ele, deixa Vale irritada e ela acaba jogando a real para Slate e pede que ele se afaste. E é isso que ele faz, mas mesmo sem falar com ela, todos os dias, ele deixa o café pra ela na sala de espera e, com esse distanciamento, Vale começa a ver que Slate tem uma faceta que não mostra pra ninguém. Ele lê histórias para as crianças na ala pediátrica, cuida do tio, cuida dela – uma desconhecida pra ele, e um dia, quando ela chega pra ver Crawford, Slate está lá, lendo pra ele o jornal universitário de esportes. 

Isso a deixa confusa, por não saber se fica brava ou se fica agradecida pela atenção dele, mas algo acontece com Crawford quando Slate lê pra ele. Pela primeira vez, em um mês e pouco, Crawford teve atividade cerebral, mas apenas enquanto Slate lia pra ele. Assim, a mãe de Crawford pede que Slate leia mais vezes para o filho para ver se ele acorda mais rápido e, sem pensar duas vezes, Slate concorda.

Em paralelo a esses acontecimentos no hospital, temos a família de Vale preocupados com o futuro da caçula deles. Afinal, Crawford poderia acordar amanhã, como também poderia acordar dali um ano ou, até mesmo, nunca mais acordar, e eles não queriam que Vale acabasse deixando toda sua vida de lado, esperando por ele. Assim, depois de muita conversa e persuasão, Vale decide ir para a faculdade que começaria dali em alguns dias. Ela teria que se mudar para o campus, já que já estava tudo pago, mas como era apenas há uma hora de distância, ela poderia voltar todo fim de semana pra ver Crawford.

Mas acontece que, quando ela começa a andar com as próprias pernas e pensar por si mesma, ela vê o quanto ela era submissa ao namorado. A típica namorada que larga tudo pra seguir os passos do seu amor, tentando agradá-lo e ser uma boa parceira. Assim, conforme os dias vão passando e ela vai curtindo essa liberdade de ser o que ela quiser, ela vai pensando que, quando Crawford acordar, ele não encontraria a mesma Vale de antes do acidente.

“- É como se eu precisasse encontrar a mim mesma outra vez – falei.
Só para Knox que eu confessaria uma coisa dessas.
– Já passou da hora – respondeu ele.”

20190128_174952

Fora isso, ainda tem a grande química entre ela e Slate que fica cada vez mais difícil resistir. Mesmo ele sendo o maior galinha do campus, eles não conseguem ficar muito tempo separados e, por mais que eu tenha ficado preocupada com esse relacionamento deles quando comecei a ler o livro, confesso que foi difícil resistir a esse casal se formando.

Por que eu fiquei preocupada? Porque, aparentemente, Crawford era o grande amor da vida de Vale e eu fiquei um pouco incomodada com ela se apaixonando por outro tão rápido. Eles Têm um relacionamento desde os 6 anos de idade e um amor desse tipo não acaba do nada assim, ainda mais com um acidente envolvido. Mas tudo flui tão perfeitamente que é impossível não torcer pra Vale ficar com o Slate. Mas durante toda a leitura, o fantasma “Crawford” fica pairando sobre nós, leitores, que ficamos aguardando o momento em que ele acordará. Será que Vale ia voltar pra ele? Ou ela ia seguir essa nova vida que ela construiu enquanto ele estava em coma?

“Ele era meu porto seguro. Eu não sabia que estava perdida até ser encontrada por ele.
Slate Allen era meu herói.”

20190128_175112

O livro é dividido em 2 partes, sendo que a primeira é praticamente o que eu falei até agora e a segunda, meus queridos… aaaaah a segunda parte, vira tudo de cabeça pra baixo e a gente fica um pouco sem saber o que sentir rs. Eu estava tão mergulhada na história que, quando essa parte chegou, eu quase me afoguei. Tive que dar uma pausa, respirar, levantar e dar uma volta pra absorver tudo. Abbi Glines me tirou o chão completamente. Não vou me estender pra não dar spoiler e, fica aqui uma dica pra vocês: CORRAM DE SPOILERS desse livro como se a sua vida dependesse disso. Esse livro tem que ser sentido durante a leitura, pra ter a experiência completa.

Falando um pouco dos personagens, é preciso dizer o quanto Vale ganhou meu respeito durante a leitura. Foi lindo ver ela se descobrindo como um ser individual e não apenas a metade de um relacionamento. Ela vendo que ela poderia tomar suas próprias decisões e seguir seu próprio caminho, sem precisar pensar no que o namorado precisava, foi incrível. A experiência dela, tomando a sua liberdade e se sentindo dona de si mesma, foi demais e eu fiquei emocionada.

Slate Allen, por sua vez, roubou meu coração. Eu sempre tive uma queda por bad boys e ele é daqueles clichês que a gente ama amar. O mocinho que mostra pra todo mundo o quanto pode ser galinha e sem coração, mas que, por dentro, tem um coração gigante e está sofrendo muito pela situação do tio, que é a única família que ele tem. Me emocionei várias vezes com ele, cuidando do tio e sendo todo fofo. Deu uma dorzinha no coração, afinal ver a pessoa que você mais ama na vida definhando numa cama de hospital, por causa de um câncer não é fácil e só quem viveu isso, sabe como é.

Quanto ao trabalho da Editora Arqueiro, como sempre tá tudo maravilhoso. A capa é linda, bem envernizada e com as letras em alto relevo. A diagramação é bem simples, mas ótima para uma leitura por horas. Eu mesma, li tudo de uma vez e terminei querendo mais, como sempre rs. A única coisa que fiquei triste, foi que o pin acabou furando a contra-capa e as últimas folhas do livro. Espero que, nos próximos, a embalagem seja feita de outra forma.

20190128_175436

Através de uma tragédia, Vale teve a oportunidade de seguir o seu caminho com um olhar diferente pra tudo, se descobrindo como pessoa e fazendo suas próprias escolhas. Às vezes, um fim é necessário para que aconteça um novo começo e, às vezes, é exatamente disso que a gente precisa, mesmo sem saber ou entender. Assim, querendo muito mais de Vale e Slate, deixo minhas 5 Angélicas pra esse livro que nos traz uma história de descobertas necessárias e recomeços imprescindíveis. 

received_1224374384350116.png

9 comentários em “Resenha: ‘No Meu Sonho Te Amei – Abbi Glines’

  1. Olá Letícia,

    Ainda não li nada da autora e nem conhecia este lançamento dela, mas parece ser uma excelente obra. Gostei do fato da personagem acabar se descobrindo em meio a tragédia e perceber que estava se anulando na relação. Também adoro um bad boy, então creio que iria acabar torcendo para ela ficar com ele. Já sei que devo fugir dos spoilers, ainda mais que perco a vontade de ler quando pego algum spoiler muito pesado. Uma pena que o pin tenha furado a contracapa e algumas páginas. Seu post me deixou com muita vontade de ler, tu arrasou demais, como sempre!

    Beijos!

    Curtir

  2. Oi Lê! Aaaaaaaaaai, vamos chorar juntas com isso do pin 😥
    Olha, bem tu sabe que me traumatizou no momento com esse livro hahaha to numa vibe anti choro depois de Vox, precisando abstrair – massssssssssss já chorei com VA, então acho que vou me afogar nas lágrimas de minha diva Abbi.
    Achei incrível a gente ter uma mocinha se descobrindo, ainda que no meio de uma tragédia. Ela tinha mesmo tudo para parar a vida, mas ela vai superar da melhor maneira. Maaaaaaaaaaaaas, preciso te dizer que a segunda parte é algo que eu tenho visto gerar contradições pela blogosfera. Vi muita gente falando que ela viajou real etc etc. Tenho minhas teorias, e não sei se ficarei feliz ou desapontada se elas se tornarem reais haha, acho que só lendo pra saber. E aí a gente fofoca reaaaaaaaaal! Amei amei a resenha. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    Curtir

  3. Oi Lê!!
    O choro do pin é quase geral. O meu não furou, mas amassou a capa e umas duas páginas, infelizmente.
    Eu não sei se vou ler agora porque achava que estava num momento tranquilo, mas me acabei de chorar lendo A Boa Filha. Nem achei que ia acontecer, mas rolou rsrsrs
    Enfim, o livro tá aqui e eu vou assim que possível para a gente bater um papo.
    Amei a resenha e as fotos e acredito que esse livro vai me arrancar lágrimas com foi com você.
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com

    Curtir

  4. Nossa, esse livro deve possuir um enredo emocionante, intenso e surpreendente. confesso que fiquei com minha curiosidade aguçada e desejo ler a trama na íntegra. Anotada a dica.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s