A Hora do Chá: ‘Um Acordo Pecaminoso – Lisa Kleypas’

Oi gente!! Finalmente vim falar de Um Acordo Pecaminoso, terceiro livro da maravilhosa série Os Ravenels, da Lisa Kleypas. O primeiro livro, Um Sedutor sem Coração, foi lançado em fevereiro/2018 e o segundo, Uma Noiva para Winterborne, foi lançado em julho/2018, então não foi surpresa o terceiro livro sair em novembro. Eu confesso que estava muito, mas muito ansiosa por esse livro. Pandora é minha personagem preferida desde que apareceu no primeiro livro. Antes de mais nada, leiam a sinopse…

Lady Pandora Ravenel é muito diferente das debutantes de sua idade. Enquanto a maioria delas não perde uma festa da temporada londrina e sonha encontrar um marido, Pandora prefere ficar em casa idealizando jogos de tabuleiro e planejando se tornar uma mulher independente. Mas certa noite, num baile deslumbrante, ela é flagrada numa situação muito comprometedora com um malicioso e lindo estranho. Gabriel, o lorde St. Vincent, passou anos conseguindo evitar o casamento, até ser conquistado por uma garota rebelde que não quer nada com ele. Só que ele acha Pandora irresistível e fará o que for preciso para possuí-la. Para alcançar seus objetivos, os dois fazem um acordo curioso, e entram em uma batalha de vontades divertida e sensual, como só Lisa Kleypas é capaz de criar.”

20190207_162529

Pandora Ravenel sempre foi diferente de suas outras irmãs. Ela sempre arrastou sua irmã gêmea, Cassandra, para as maiores confusões. Ela nunca quis se encaixar nos padrões que dizem que uma lady deve se casar e ter filhos. Depois que o primo Devon assumiu o Priorado, ela e as irmãs puderam ter sua temporada social. É claro que Pandora achou isso um erro, mas aceitou para poder acompanhar a irmã.

Pandora não tem muitos modos, e não se importa com isso, ela está indo aos bailes apenas para que ninguém a impeça de fazer o que realmente quer: ela quer ser dona de uma fábrica de jogos de tabuleiros. Mas Pandora acaba se colocando numa grande confusão ao tentar ajudar uma amiga. Ela acaba presa, de uma maneira muito constrangedora, e é salva por um cavalheiro. O problema é que não é um cavalheiro qualquer, mas um dos solteiros mais cobiçados da temporada.

Gabriel, lorde St. Vincent, é bonito e provocador, e não perde a oportunidade de rir da situação de Pandora. Os dois estão lá nos jardins, trocando provocações, quando são encontrados. É claro que seria um grande escândalo ser pega numa situação dessas, já que Pandora é uma moça solteira, e para remediar isso só com casamento. Gabriel que sempre se manteve longe do matrimônio está disposto a se casar com Pandora e assim livrar as famílias de ambos dessa vergonha.

“Casamentos em que havia amor podiam ser raros, mas certamente não eram impossíveis. Mesmo assim, Pandora não era capaz de imaginar aquele tipo de futuro para si.”

É claro que Pandora não recebe essa novidade muito bem e deixa muito claro que não vai se casar, ainda mais com um lord tão arrogante. Gabriel não consegue entender o porque de uma lady não querer se casar com ele. Ele está disposto a conquistar aquela garota rebelde, pois acredita que ela é a noiva ideal para ele. Pandora não é nada convencional, mas Gabriel se sente atraído por ela e não vai desistir. Pandora também não vai facilitar nada pra ele, então Gabriel propõe que Pandora e as famílias de ambos, passem um fim de semana na propriedade dele em Sussex, assim eles podem se conhecer melhor e ela enfim possa fazer sua escolha baseada no que ela conhece dele.

Eu estava esperando esse livro ansiosamente e ele não decepcionou. Nos livros anteriores pudemos conhecer um pouquinho da personalidade de Pandora e apesar de já ter amado o modo como ela pensa, eu não estava preparada para a força e a coragem dessa protagonista. Pandora é conhecida por ser espevitada e não ter medo de dizer o que pensa, mas ela é muito mais do que isso. Ela é inteligente e cheia de ideias, não teve medo de ser julgada por querer ter seu próprio negócio. Muito da negação dela de não querer se casar é para não perder sua independência.

“Uma mulher sempre nos surpreende com o que é capaz. Você pode passar a vida inteira tentando descobrir o que a empolga, o que a interessa, mas nunca vai conseguir saber tudo. Há sempre mais. Toda mulher é um mistério, não para se compreender, mas para se apreciar.”

Um Acordo Pecaminoso tem uma trama divertida e envolvente. Nosso casal já se conhece num momento constrangedor e cômico, então isso já nos prepararia para muitas cenas divertidas entre eles, mas vai muito além disso. Temos muitos diálogos importantes entre eles. Gabriel tinha um modo de pensar completamente oposto ao de Pandora, mas se viu mudando em muitos aspectos por saber que ela precisava disso. É muito bom ver aquele homem lindo se dobrando ao que era necessário para fazer Pandora feliz, como aceitar que ela tenha seu negócio.

A trama é maravilhosa, mas nesse livro são os personagens que são aquele ponto alto. A autora escreveu uma ótima história para Pandora e ainda trouxe o filho do casal protagonista de sua outra série de romances de época, Pecados no Inverno. Eu não sabia que ia ter esse crossover, mas funcionou muito bem. Sebastian e Evie são encantadores, construíram uma linda família e ainda contribuíram com cenas maravilhosas neste livro. Fora que eu já fiquei louca pra começar a ler essa outra série e descobrir como eles se apaixonaram.

Outro aspecto que vem me agradando muito nessa série é a família Ravenel, como eles são unidos e lutam por suas felicidades. É incrível como sua família dá todo o apoio que Pandora necessita. Devon, seu primo e atualmente responsável por ela e a irmã Cassandra, não a pressiona a casar, mesmo com o escândalo iminente. Ele deixa muito claro que a escolha sempre será dela, que eles vão apoiar o que ela decidir. Não tem como não amar essa família né? Não é só Devon que parece nesse livro, a autora trouxe todos os Ravenels e todos foram essenciais para a construção dessa trama.

Aconteça o que acontecer, nós, Ravenels, permaneceremos leais uns aos outros. Nunca sacrificaremos um dos nossos em benefício do restante.”

Ainda falando dos Ravenels, nós pudemos ter mais do passado delas, de como foi viver com os pais que não ligavam muito para os filhos e depois que o irmão, Theo, assumiu a família, as coisas também não mudaram. Elas tiveram um passado bem doloroso e que começou a mudar quando o primo Devon recebeu o título. É a partir daí que a família passa a se tornar unida e leal. Um ponto que me chamou atenção foi a mudança de Devon do livro anterior para esse. Ele tratou os dois escândalos de forma diferente e aprendeu com seu erro, por isso acredito que ele tenha sido mais permissivo com Pandora do que foi com Hellen.

Eu como eu já falei que Pandora adora uma confusão, é claro que ela não ficaria apenas num momento constrangedor né? Por causa de seu jogo de tabuleiro, Pandora vai se envolver numa grande confusão com direito a perseguição, investigação e até mesmo Pandora sendo ferida. Com isso temos a volta de personagens apresentados no livros anteriores e que serão protagonistas do próximo livro, Dra. Gibson e o detetive Ethan. Falando nisso, Um Estranho Irresistível já está em pré-venda e prontinho para o lançamento. Eu só posso dizer uma coisa, tenho muitas suspeitas que esse livro será uma grande bomba na família Ravenel. 

“Ele não estava preparado para aquela moça, para aquela sensação, para aquela incerteza exasperante de que talvez não acabasse ao lado da única pessoa de quem precisava estar.”

Um Acordo Pecaminoso é sem dúvidas o meu livro preferido da série. Nele eu pude ver um lado de Pandora que até o momento era desconhecido. Ela passou a vida inteira tentando se adaptar e não demonstrar fraqueza, mas Gabriel percebeu isso e se tornou seu maior admirador. É lindo ver o relacionamento deles sendo construído. Eles são completos opostos, mas que juntos formam aquele casal que a gente só sabe amar. Pandora vai aprendendo que seu sonho pode ser possível mesmo se casando e Gabriel percebe que pode ter uma esposa que é dona do seu próprio negócio, sem interferir no casamento deles.

Mais uma vez, Lisa aproveitou sua trama para fazer críticas aos costumes da época e Pandora era a personagem perfeita para isso. Temos o tema casamento sendo discutido e de como poderia ser uma prisão para a maioria das mulheres. Pandora ao querer ser dona de seu próprio negócio, sabia que tinha que abrir mão de um casamento, pois ao fazer isso, tudo que ela conquistou seria do marido dela. Ele teria que autorizar que ela continuasse a trabalhar. E é aí que nosso incrível mocinho entra. Gabriel não só está disposto a se casar com Pandora como não quer proibi-lá de nada, pois isso mudaria quem ela é.

“Você é tão linda… tão preciosa para mim… Não estou lhe pedindo sua rendição. Estou lhe oferecendo a minha. Tem que ser você, Pandora… apenas você… pelo resto da minha vida. Case-se comigo… Diga que vai se casar comigo.”

A edição de Um Acordo Pecaminoso veio tão bonita quanto os livros anteriores. Essa capa está linda demais. A diagramação está impecável com fonte e espaçamento ótimos para leitura. Essa série fica tão linda na estante que eu já estou aguardando pelo quarto livro ansiosamente. A narrativa é toda em terceira pessoa, mas Lisa nos encanta com a fluidez desses textos.

20190207_162451

Eu poderia passar o dia todo aqui enumerando os pontos que me fizeram amar esse livro, mas demoraria e soltaria todos os spoilers possíveis e impossíveis. O que vocês precisam saber é que encontrarão aqui uma mulher a frente do seu tempo, determinada a ser muito mais do que uma esposa e mãe e um homem que soube respeitar seus desejos sem perder seu posto de chefe da família ou sua moral. Ele foi muito mais homem do que aqueles que sempre aprisionaram suas esposas.

Um Acordo Pecaminoso é um livro divertido e que vai roubar seus corações. Com diálogos engraçados e inteligentes, Lisa nos deu uma história cativante. Os personagens são adoráveis juntos, mas tanto Pandora quanto Gabriel têm personalidades interessantes, o que torna o livro cada vez melhor. Eu não poderia estar mais feliz pela formação desse casal. Enfim, deixo minhas 5 Angélicas para o meu livro preferido da série e sem dúvidas um dos melhores que li esse ano.   CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

8 comentários em “A Hora do Chá: ‘Um Acordo Pecaminoso – Lisa Kleypas’

  1. Menina,
    q análise maravilhosa (sobretudo pelas belas fotos). Agora, fiquei muito curioso: muito constrangedor o encontro? Q posição era essa, tão terrível q faz vc ter q se casar com alguém? Meu deus, não estou conseguindo pensar em nada tão pesado assim. Não sei se sou muito inocente ou se estou vendo muito BBB.
    Enfim, adorei, ri muito com as ideias malucas q me foram aparecendo e com a resenha deliciosa.
    Parabéns.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Que livro perfeito!! Já quero ler!!! Romances de época me fascinam e apesar de nunca ter lido nada da Lisa, todas as resenhas que leio das obras dela me deixam morrendo de vontade de mergulhar nas suas histórias. Pandora parece uma personagem encantadora e me lembrou muito uma das Bridgestone, de Júlia Quinn. Preciso ler a Lisa!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Eu gostei muito da trama e do enrendo, apesar de não ter lido algum livro da autora antes. Tua resenha é bem detalhista, mas me deixou um pouco confusa, não sei se tudo isso é só em um livro, ou se estar citando outros que estão no livro, ou são de outro livros. Mas quanto ao texto, e a narrativa gostei, fiquei interessada pela personagem. E gosto de ivros que trabalhem de forma intríseca o feminismo, ou as vertentes do mesmo, entrelinhas. Abraços!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s