Crítica Cinematográfica ‘Vingadores: Ultimato’

Oi ooooi gente! Obviamente a crítica de hoje (28) é do filme mais esperado de 2019 e, quem sabe, até da década! Antes de qualquer coisa, quero tranquilizá-los. NÃO teremos spoilers por aqui! Jamais! Por sinal, isso foi uma coisa que pregamos durante toda a divulgação do filme. Então, depois de ter visto esse filmão da p*rra e ainda estar recuperando meu psicológico {SOS, hoje ainda tem a Batalha de Winterfell em GoT}, vamos a crítica. Primeiro, segue a sinopse e o trailer.

Após Thanos eliminar metade das criaturas vivas, os Vingadores precisam lidar com a dor da perda de amigos e seus entes queridos. Com Tony Stark (Robert Downey Jr.) vagando perdido no espaço sem água nem comida, Steve Rogers (Chris Evans) e Natasha Romanov (Scarlett Johansson) precisam liderar a resistência contra o titã louco.

Assim como disso no começo da crítica de Guerra Infinita, essa crítica se trata muito menos da trama do filme e mais sobre a experiência e grandiosidade do que a Marvel preparou para os fãs. Mas, aqui preciso comentar algo diferente do que falei há um ano. Apesar de tudo o que saiu: trailers, vídeos, TV spots, talvez até as cenas vazadas (que eu não vi, amém haha)… absolutamente NADA te prepara para esse filme. Até porque, só vimos coisas dos primeiros 30 minutos do filme.

Temos aqui nossos heróis lidando com a dor da perda. A perda de toda a guerra, a perda de seus amigos e a perda de bilhões de pessoas. Além de estarem tentando pensar em o quê, como e quando podem agir para mudar as coisas. Além disso, vamos reencontrar dois super heróis que ficaram de fora do último filme e entenderemos como o estalar de dedos afetou suas vidas.

Diferente da outra vez onde tivemos dezenas de personagens, esse o grupo está bem enxuto. Temos os Vingadores originais: Capitão América (Chris Evans), Homem de Ferro (Robert Downey Jr), Thor (Chris Hemsworth), Hulk (Mark Ruffalo), Viúva Negra (Scarlett Johansson) e Gavião Arqueiro (Jeremy Renner). Assim como Máquina de Combate (Don Cheadle), Rocky (Bradley Cooper), Nebulosa (Karen Gillan), Okoye (Danai Gurira) e Capitã Marvel (Brie Larson). E entenderemos a função de cada um deles na trama.

E, novamente, muitos arrepios estão por vir. Honestamente, desafio você a pegar uma sessão onde gritos histéricos, risadas e muitos choros não aconteçam. O filme vem para nos fazer passear por uma miríade de sensações. É um show grandioso, onde é impossível não manifestar alguma reação. Confesso que gritei bastante hahaha. Não sou de fazer isso, até porque me incomoda em certos momentos, mas não dá para não se levar pela energia das outras pessoas e as cenas surreais que vão sendo apresentadas.

Acho que uma coisa que ficou clara em um dos trailers finais, é que teremos, mais um vez, equipes dividas para missões. O que são essas missões, elas darão certo e qual o objetivo? Obviamente, vocês precisam ver o filme. Mas podem se preparar para se surpreender com o que será feito. Ainda que tenham inúmeras teorias a cerca do plot principal do filme e que algumas tenha até passado “perto”, ainda sim não é nada que o povo tenha mesmo imaginado.

O que também fica claro é que estamos no filme que vai encerrar um ciclo, uma era preparada com total cuidado para culminar nesse momento. O filme é LOTADO de referências aos grandes fãs da Marvel, que vem acompanhando a Saga do Infinito desde o início com Homem de Ferro. Mas não só referências, temos momentos super nostálgicos e que devem mexer com o emocional da galera.

O filme tem como principal objetivo focar e fechar o arco da ‘Trindade do MCU’: Capitão América, Homem de Ferro e Thor. Então, se preparem para ver os três em tela, cada um lidando de uma forma com o que aconteceu e está para acontecer. De fato, os três carregam o protagonismo de diversas cenas marcantes ao longo dos anos e não vai ser diferente em Ultimato. Claro que temos outros personagens para alavancar essa história e teremos cenas incríveis e até emocionais com eles.

Já que estou falando de emoção, não tenho como não dizer: SE PREPAREM! Ou melhor, acho que nem adianta muito esse conselho, porque vinha trabalhando meu psicológico há um ano e de nada adiantou. Fui surpreendida SIM – o que é maravilhoso -, sofri baques sim e fiquei tentando raciocinar sobre o que estava vendo. Confesso que é até esse motivo para a resenha estar saindo dias depois de ter visto filme. Até então, achava que só seria capaz de escrever ‘AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH’. Não quero detalhar cenas que queria destacar, mas tem duas, que senhoras e senhores, arrepiaram até os cabelos da minhas cabeça. Disse para as outras meninas aqui do blog que já quero captures do filme sendo liberadas, porque quero salvá-las para a eternidade.

Os Irmãos Russo se superaram nesse filme, que foi melhor de Guerra Infinita e é o MELHOR do MCU! Os efeito estão maravilhosos e temos cenas onde podemos ver cada um dos personagens ter o seu momento. A batalha final? Acho que é a coisa mais grandiosa que vi nas telonas na última década. Os diretores nos deram algo lindo de presente e que acredito que estará marcado para sempre na memória dos fãs. Novamente, eles nos mostraram cada um dos personagens e como eles são afetados por toda a trama. Mas, confesso que, tiveram dois personagens que EU achei que foram um tanto injustiçados. Não que tenha tirado o brilho da enormidade do que nos foi apresentado.

Achei que as horas de filme se passaram sem sentir. E, particularmente, discordo daquela imagem que tem rodado as redes sociais sobre momentos tranquilos para ir ao banheiro. Acho que todos os minutos são importantes para entender as engrenagens do filme. Mas, o final, não só os últimos oito minutos como o RDJ falou, mas acho que os últimos 30, são de explodir a cabeça, o coração, os gritos e as lágrimas. Com o final do filme e até agora, só consigo pensar ‘o que vem a seguir?’.

Sem sombra de dúvidas, Ultimato vem para coroar todo o caminho até aqui, para entregar aos fãs algo majestoso e que vem sendo preparado há anos. Vem para nos fazer amar cada um desses personagens e sentir saudades de cada um deles. Ainda que a Saga do Infinito tenha se encerrado, a Fase 3 da Marvel finaliza em Homem Aranha: Longe de Casa e depois… bem, só nos resta esperar e ver o que Kevin Feige nos apresentará.

Ahhhh! Sobre cenas pós créditos. Ainda que eu aconselhe a ficar para ver os lindos créditos que a Marvel preparou com o nome dos atores, não esperem por cenas. Realmente não tem. Não tem a frase ‘Fulano irá retornar’. Nada. Estamos no escuro. Enquanto lido com tudo o que foi apresentado, já vou comprar meu ingresso para a minha próxima ida ao cinema. Esse filme merece ser visto muito mais que uma vez.

Parte da jornada é o fim.

10 comentários em “Crítica Cinematográfica ‘Vingadores: Ultimato’

  1. Gente, é exatamente esse o sentimento. Nada te prepara pra esse filme, nada. Nunca fiquei tão grata na vida por não ter visto nenhum spoiler, porque descobrir as coisas ali, na hora, foi de suma importância pra experiência. E sim, eu também gritei, me descabelei e foi bom ver que todos na sala estavam na mesma vibe hahahha nunca fui em um filme assim. Enquanto escrevo, me arrepio de novo rs foi um final digno pra essa saga, sem sombra de dúvidas. Já sinto saudades ❤

    Curtir

  2. Como superar esse filme? Ainda estou buscando saber como… Fui ver pela segunda vez e sofri tudo de novo…
    A cena da batalha final, explodiu minha mente e eu ainda não sei lidar com nada.
    3 horas se passaram e eu nem senti… como pode?

    Quanto aos personagens injustiçados eu consigo pensar em um… mas fiquei em dúvida quanto ao outro… precisamos conversar mais sobre o filme hahaha

    Só sei que meu coração nunca vai se recuperar desse filme, desse final… só sei chorar. MIL MILHÕES ❤

    Curtir

  3. Como aqui em Portugal e proibido fazer barulho no cinema, a sessão foi bem silenciosa. Podem me matar mas não achei o filme emocionante, tipo não me comoveu, para ser sincera achei a primeira parte tesiosa. Mas claro isso é apenas a minha opinião. Talvez por eu não ser grande fã dos vingadores por esse motivo o filme não cativou

    https://www.luartico.com/

    Curtir

  4. O mundo todo querendo assistir esse filme eu nem se quer vir o primeiro! 😂 Nunca sentir vontade de assistir mas quem sabe um dia né? Enfim, adorei a sua resenha eu assistir o trailer e o filme parece ser bem legal, quem sabe um dia eu assista! 😊

    Curtir

  5. Coisa linda é ler um texto que respeita as pessoas que não curtem spoiler. Parabéns!!
    Eu não sou a fissurada pelos filmes da Marvel, embora os assista. Eu sou mais de ler HQs. Mas, vejo o amor que envolve aqueles que há anos acompanham as histórias, e como estavam todos tão ansiosos para esse danado desse filme.
    Seu texto remete toda essa expectativa. Adorei.

    Curtir

  6. Estou chocada até agora com o filme, ainda não me recuperei, chorei um tantinho…. na verdade, chorei muito, mas vida que segue. Já quero assistir de novo!

    Curtir

  7. Eu não consegui superar o fim desse universo, juro mesmo. Eu passei tanto tempo vendo os filme e criando teorias com meus amigos, nossa, e quando eu fui ver o filme, eu só chorei como se não houvesse amanhã, sério, não foi fácil, eu e minhas amigas saimos todas com a cara inchada do cinema, kkkkkkkk Adorei sua critica mana!!

    Curtir

  8. Descreveu totalmente o que eu senti! Inevitavelmente peguei uma sessão lotada – todas estavam, pra falar a verdade. Mas quem assistiu a todos os filmes de Os Vingadores, sabe como foi assistir a esse filme – lindo demais! O seu post está incrível, parabéns!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s