Crítica Cinematográfica: ‘Annabelle 3 – De Volta Para Casa’

Olá pessoal! Hoje é dia de terror aqui no blog! Um dos filmes que está bombando no cinema é Annabelle 3 – De Volta Para Casa. Essa bonequinha do mal é um spin-off da franquia de sucesso de Invocação do Mal – que eu amo – e eu logo corri pra assistir. Vem saber tudo que eu achei sobre o filme que estreou no último dia 26, mas antes, confere a sinopse e o trailer:

“Quando Ed (Patrick Wilson) e Lorrain e Warren (Vera Farmiga) deixam sua casa durante um fim de semana, a filha do casal, a pequena Judy Warren, é deixada aos cuidados de sua babá. Mas as duas entram em perigo quando a maligna boneca Annabelle, aproveitando que os investigadores paranormais estão fora de jogo, anima os letais e aterrorizantes objetos contidos na Sala dos Artefatos dos Warren.”

Começamos o filme com o nosso amado casal Warren tomando posse da boneca Annabelle e levando-a para casa no intuito de, com todas as proteções possíveis, manter o mal que há nela contido apenas na sua “casinha” dentro da Sala dos Artefatos dos Warren. Porém, um ano se passa e a proteção da sala está prestes a ser corrompida pela curiosidade e desespero de uma pessoa.

Judy Warren (McKenna Grace) é uma criança doce, porém muito solitária já que a profissão dos seus pais não é bem vista pelos seus colegas de escola. Junto com o bullying, ela ainda tem que lidar com a sua mediunidade que vem se aflorando cada vez mais. Mesmo que seu dom seja algo normal na sua família, ela ainda evita comentar com seus pais sobre todas essas questões que ela vem lidando.  

No dia do seu aniversário, seus pais precisam passar a noite fora para um compromisso e a deixa aos cuidados da sua babá de confiança, Mary Ellen (Madison Iseman), que promete fazer um delicioso bolo de aniversário para Judy e ela comemorarem essa data tão especial. O problema é que, a melhor amiga de Mary Ellen, Daniela (Katie Sarife), ao ler uma reportagem no jornal e descobrir que os Warren são médiuns, decide ir até a casa deles e ficar de babá junto com a amiga, mas sua verdadeira intenção é encontrar uma forma de entrar em contato com seu falecido pai.

Depois de conseguir que Mary Ellen e Judy saiam de casa por um tempo, Daniela começa uma busca pela casa, mexendo em tudo de uma forma beeeem mal-educada e acaba indo parar na sala de artefatos dos Warren. Ela toca em tudo e acaba libertando o demônio que habita na boneca Annabelle e esse demônio atiça todas as outras forças sobrenaturais que há naquela sala – como se não fosse suficiente apenas ela pra assombrar a casa, né? rs. E, agora, as três jovens terão que lidar com uma noite cheia de terror e tentar prender todo o mal que foi liberto daquela sala. 

De todos os filmes da franquia Invocação do Mal, os filmes da boneca Annabelle são os que eu menos gosto. Ainda assim, o trailer desse terceiro filme me deixou curiosa pela história que seria contada. Infelizmente, esperei demais de algo que já imaginava que não seria tudo isso. Só a boneca em si, pra mim, é risível, então eu passo a maior parte do filme de terror, rindo… o que acaba tirando todo o sentido da história rs.

O que me animou em ver esse filme, foi pensar que teríamos mais do casal Warren durante o longa… não temos! Eles só aparecem no começo e no final do filme. O que até faz sentido, já que Annabelle é um spin-off de Invocação do Mal onde os Warren já são protagonistas, mas meu coração de fã não aceitou a falta deles muito bem – me senti tapeada pelo trailer rs. A grande protagonista médium aqui é a fofa da filha deles, que me conquistou e matou minha curiosidade sobre como seria a vida dela sendo cercada por todos aqueles objetos horríveis – que só de imaginar, já me dá calafrios –, mas ainda assim, não substituiu meu casal.

Isso já me deixou beeem desapontada com o filme, aí me aparece Daniela, a maior enxerida da história. Sabe aquele ditado “a curiosidade matou o gato?”, pois bem, aqui não matou, mas passei o filme todo xingando e amaldiçoando essa personagem por ser tão mal educada e ficar fuçando a casa de pessoas que ela nunca tinha visto na vida, arriscando o emprego da melhor amiga e colocando a segurança de todos ali em risco, achei de um egoísmo imenso. Tudo bem que ela tinha seu motivo, mas a personagem não me cativou nem um pouco, apenas cresceu o ranço no meu coração rs. Ela foi um dos maiores motivos de eu não ter saído do cinema 100% feliz.

Já a história em si, cheia de clichês, prende a atenção sem usar de sustos o tempo todo, nem sangue para todo lado, como estamos acostumados a ver em filmes desse gênero e nos primeiros filmes da nossa bonequinha. Mas deixaram muitas pontas soltas, coisas aleatórias que apareceram e que ficaram sobrando no filme. Alguns seres sobrenaturais que saíram da sala eram tão bizarros que fiquei imaginando se eles realmente existem. Não chega a ser um filme ruim, mas não é nada complexo… chega a ser até previsível e nos faz lembrar dos filmes cafonas de terror antigos. Diria que é uma obra voltada para o público teen, daqueles que gostam de levar sustos e dar boas gargalhadas de si mesmos e dos comentários sobre o filme. Eu mesma, fiz várias anotações mentais, que ficariam ótimas numa paródia estilo Todo Mundo em Pânico (#saudades).

O roteirista e diretor Gary Dauberman criou um enredo que prende a atenção e que nos faz pular da cadeira de vez em quando com um susto aqui e outro ali, misturados com a leveza de toques de humor em vários momentos. A fotografia segue o padrão da franquia, com aquele clima dos anos 70/80. Para mim, o ápice do filme foram os temas trazidos de forma sutis, mas com muito sentimento. Além do bullying sofrido por Judy, temos também o luto que Daniela sente e sua forma de lidar com isso. 

poster-do-filme-annabelle-3-de-volta-para-casa-1561411865166_v2_1170x540

Enfim, saí do cinema com a sensação de que faltou alguma coisa. Não sei se um final mais bem trabalhado, ou se mais sustos somada àquela sensação de “Não vou dormir à noite”. Não é um filme que eu chegaria em toda e qualquer pessoa e diria “Assista Annabelle”. É assistível, mas não impressiona de forma nenhuma. Diverte e serve para passar o tempo, mas nada mais que isso. Esperava mais, mas de qualquer forma, como disse anteriormente, não é meu spin-off preferido de Invocação do Mal… inclusive, sigo ansiosa para o lançamento do terceiro filme da franquia que estreará em 2020. Mal posso esperar para ter mais das aventuras do meu casal Warren!

O que também podemos esperar é a possibilidade de novos spin-offs da franquia por aí… com a exploração de Daniela na sala dos Warrens, tivemos contato com vários outros objetos que podem vir a ter seus filmes solos… quem sabe, né? Mas e vocês? Já assistiram esse novo filme da Nabellinha? Gostaram? Aliás, gostam dos filmes dessa bonequinha do mal? Me contem tudo aqui nos comentários! 

10 comentários em “Crítica Cinematográfica: ‘Annabelle 3 – De Volta Para Casa’

  1. Também não curto os filmes da Annabelle, embora ache o máximo Invocação do Mal. Achei que a boneca peca nos efeitos cinematográficos e tira aquela atmosfera de terror que o filme deveria ter. Nao vi esse ainda, e confesso que depois de ler tua resenha, nem bateu a vontade! Rs Temos gostos parecidos, vou levar muito em conta a tua opinião. Obrigada!

    Curtir

  2. Olá!

    Confesso que não assisti e nem quero. Assisti o primeiro filme e me decepcionei tremendamente, então não vou perder meu tempo assistindo suas continuações.
    É uma pena que não souberam trabalhar no enredo, a história tinha tudo para dar um ótimo filme!

    Curtir

  3. Estou muito curioso para assistir esse filme, esse post que fez ficou incrível e pelo que assisti no trailer, parece que o filme irá nos dar uns bons sustos.

    Curtir

  4. Olá Letícia, tudo bem?

    Eu sou do tipo mega medrosa, então não sou de assistir muitos filmes de terror e ainda não assisti nenhum dos filmes dessa franquia por puro medo. Mas, adoro ouvir opiniões a respeito da narrativa. Uma pena que para você o filme não tenha funcionado muito bem e que tenha ficado a sensação de falta de algo, deve ser péssimo ficar rindo em um filme de terror. Porém, por isso mesmo, talvez me interesse em ver, já que não me dará tantos sustos. Amei conferir sua opinião!

    Beijos!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s