A Hora do Chá: ‘A Duquesa Feia – Eloisa James’

Oi oiiii gente. Depois de um tempinho sem aparecer por aqui, estou de volta nessa coluna amada, trazendo o terceiro livro da série Contos de Fadas, da autora Eloisa James, publicado pela Editora Arqueiro. Pra quem está acompanhando essa série aqui comigo já sabe que cada livro tem uma pincelada de um conto de fadas, e dessa vez teremos vislumbres de O Patinho Feio. Mas antes de saber mais de A Duquesa Feia, confere a sinopse:

“Como ela ousa achar que ele a ama, quando Londres inteira a chama de Duquesa Feia? Theodora Saxby é a última mulher com quem se poderia esperar que o lindo James Ryburn, herdeiro do ducado de Ashbrook, se casasse. Mas depois de um pedido romântico feito na frente do próprio príncipe, até a realista Theo se convence de que o futuro duque está apaixonado. Ainda assim, os tabloides dizem que a união não durará mais do que seis meses.
Em seu íntimo, Theo acredita que os dois ficarão juntos para sempre… até que ela descobre que o que James desejava não era seu amor, mas seu dote.
E a sociedade, que primeiro se chocou com seu casamento, se escandaliza com sua separação.
Agora James precisará enfrentar a batalha de sua vida para convencer Theo que ele amava a patinha feia antes que ela se transformasse em cisne. E Theo logo descobrirá que, para um homem com alma de pirata, vale tudo no amor – e na guerra.”

Após a morte do pai de Theo quando ainda era pequena, ficou para o Duque de Ashbrook, melhor amigo de seu pai, a missão de olhar por ela e sua mãe. O Duque fica responsável por toda a sua herança até que Theo possa se casar. Com esse arranjo, Theo e o filho do Duque, James, crescem juntos e se tornam melhores amigos. Eles foram criados como irmãos e se conheciam melhor do que ninguém.

Acontece que o Duque não vale nem um mísero euro, e, ao longo dos anos, ele acaba por dilapidar todo o seu patrimônio e não satisfeito, desperdiça grande parte do dote de Theo também. Agora que Theo está prestes a debutar na alta sociedade Londrina, as chances de o Duque perder tudo e ainda ser descoberto pelo arrombo que deixou na herança de quem ele deveria proteger, são mais que certas e o medo o leva a tomar medidas drásticas para proteger seu título e patrimônio que restou.

“A senhora quer casá-la com outro homem, mas ela é minha, ela sempre foi minha.”

O Duque exige que James se case com Theo para que assim ela nunca descubra a falta do dinheiro de seu dote e ainda salve seu patrimônio. Para o Duque é o plano perfeito pois matam-se dois coelhos com uma só paulada. Se Theo se casar com qualquer outro que não seja James, o Duque irá a julgamento por roubo e o nome de sua família irá para o lixo. Mas James é totalmente contra esse plano, afinal Theo é sua melhor amiga e ele nunca faria nada proposital para magoa-la. Mas ele se encontra entre a cruz e a espada e não vê outra alternativa a não ser ceder ao pai e casar-se com ela.

As coisas só não saem totalmente como James planejou, pois durante um baile na propriedade do príncipe, James beija Theo e se surpreende com os sentimentos fortes que surgem durante o beijo. Ele imediatamente deseja poder voltar atrás e ter dado aquele beijo com a consciência limpa e não com condições enganadoras. James se declara para Theo e a pede em casamento. Theo fica confusa a princípio, pois nunca imaginara se casar com James, mas sente que aquilo é cada vez mais certo e aceita o pedido de casamento.

“Ele nunca havia experimentado um beijo como aquele, nunca pensara sentir tamanha onda de paixão na vida. […] Ele daria qualquer coisa para ter entrado naquele beijo de coração puro e consciência limpa.”

James sabe que está mentindo para Theo. Não mais em relação aos seus sentimentos, pois ele tem cada vez mais certeza de que ama Theo, mas sim por conta de tudo que seu pai fez e o obrigou a fazer. James planeja então esperar algum tempo de casado, para que Theo se apaixone por ele, assim ele pode contar a verdade e diminuir as chances de perdê-la para sempre. Os dois se entregam a paixão tão nova e ardente e tudo parece estar em seu devido lugar.

Mas essa felicidade dura pouco. Dois dias, para ser mais exato. Theo acaba ouvindo uma discussão de James com o Duque e descobre o que levou, a princípio, James pedir sua mão em casamento. Claro que Theo fica arrasada e não quer ver James nunca mais. Todo o pesadelo ao qual James estava temeroso, se realiza em um piscar de olhos e ele vê sua felicidade indo embora tão rapidamente como veio. Theo o expulsa de casa e movido pela raiva, do pai, da situação e dele mesmo, ele vai embora.

Como se o sofrimento de ser traída por quem ela pensou que mais a amava e a compreendia, não fosse o bastante, Theo tem que lidar com uma sociedade nada menos que cruel em seu julgamento. Quando anunciaram o casório, todos duvidaram do amor de James por ela, afinal Theo nunca foi considerada um colírio para os olhos, pelo contrário.

Antes, com os preparativos para o casamento e mesmo depois, o apelido Duquesa Feia tomou proporções gigantescas e era proferido por todos em Londres. Theo só toma conhecimento disso após a briga com James e seu desaparecimento. Quando a sociedade fica sabendo que James foi embora, a fofoca só piora, pois eles acreditam que James não conseguiu ficar casado com Theo por conta de sua feiura. Isso faz com que Theo tenha mais certeza que James só casou com ela porque foi obrigado, a deixando mais devastada que antes.

“Me parece que você reagiu ao desafortunado fim do nosso casamento indo na direção oposta. Eu me atirei ao perigo, você se cercou de retidão.”

Parece que eu acabei de contar a história toda pra vocês né? Mas não me matem achando que eu entreguei a trama toda pois isso não é nada comparado com o rumo que a história toma rs. Não quero dar spoilers, apesar de que na própria sinopse já tem uma dica muito grande do que James acaba fazendo com sua vida após ir embora. Ele vai retornar um dia, e tentar provar para Theo que ele sempre a amou e que, para ele, ela sempre foi linda e que tem vontade de fazer toda a sociedade engolir cada ofensa dirigida a ela, mas não antes de passar alguns anos longe e levando uma vida totalmente diferente de um aristocrata de respeito.

Já Theo vai passar por algumas provações até conseguir ter motivação novamente. Ela tinha altas ideias para melhorar suas propriedades e economias e agora que sabe que a situação financeira é bem pior do que pensava, ela precisa fazer alguma coisa. Eu só sabia torcer para ela se reencontrar e que pudesse superar seu coração, e auto-estima, feridos. Esses anos vão ser cruciais para o destino dos dois.

Theo tem que lidar com tanta coisa, com tão pouca idade. Ela amadurece muito rápido e constrói uma armadura ao seu redor como uma defesa para conseguir superar a traição e seguir em frente. Mais do que superar James, ela precisou dessa armadura para lidar com todos a sua volta. Eu quis ser a amiga que ela tanto precisou em muitos momentos e não havia ninguém além de sua mãe. Assim como todas as mocinhas dessa série, Theo é empoderada e a frente de seu tempo. Ela foi tão forte e destemida, tentando provar que ela era muito mais do que um patinho feio abandonado, como todos insistiam em proclamar. Ela luta pelo que quer e esfrega isso na cara da sociedade.

“Essa era uma lição tirada da experiência como ‘Duquesa Feia’: se ela não se valorizasse, ninguém valorizaria.”

James perdeu a mãe muito cedo e cresceu com um pai instável que quando não estava gritando, estava arremessando objetos pela casa, com raiva. Logo no início da leitura, já temos uma amostra de como é a relação desses dois. Ele sempre se controlou para nunca se tornar igual ao pai, pois ele sabia que uma parte dessa personalidade agressiva existia dentro de si. Depois de deixar seu amor para trás e se aventurar em alto mar, ele vai extravasar e conseguir controlar por completo seu temperamento. James sempre viu em Theo uma âncora que mantinha seus pés no chão e o ajudou a passar por muitas coisas ao longo dos anos. Ele percebe muito tarde o quanto sempre a amou e não se perdoa por isso. Será que ainda há uma segunda chance para eles, ou esse amor, assim como muitas coisas na vida, simplesmente não tem como recuperar ?

Assim como os livros anteriores dessa série (Quando a Bela Domou a Fera e Um Beijo à Meia-noite) o conto de fadas que a história foi baseada – nesse caso: O Patinho Feio – ganha uma boa repaginada e sempre nos ensina uma importante reflexão para levar pra vida. Eu sempre procuro entender a mensagem por trás de cada livro, mais do que ter gostado ou não dos personagens e afins rs Não sei se essa era a intenção da autora mas é a interpretação que eu faço a cada romance dessa série.

O livro me surpreendeu com seu desenrolar. Eu não fazia ideia do rumo que a história tomaria e é uma das coisas que mais me faz amar essa série a cada livro. Por mais que exista um clichê – que eu amo, já disse isso outras vezes rs – o desenrolar nunca é o esperado por mim, mas com A Duquesa Feia fui surpreendida pra valer. Temos uma constante de acontecimentos lançados em nós que me deixou ansiosa para entender tudo.

O livro segue o padrão da serie, com diagramação do jeitinho que a gente gosta, para ter uma leitura agradável. A capa está linda, até mais do que dos livros anteriores, mas é a que menos tem ligação com a trama em si, na minha opinião. A Duquesa Feia é dividido em duas partes; o Antes: que vai até a descoberta de Theo, e o Depois: que nos mostra as consequências de tudo, e o desenrolar desse casal, juntos ou separados. A narrativa segue sendo em terceira pessoa e temos o ponto de vista tanto de Theo, quanto de James.

Eu adoro essa premissa de melhores amigos que se apaixonam então esse livro foi um prato cheio para mim, mas preciso confessar que eu não me conectei tanto quanto eu esperava, com esse casal como com os anteriores, mesmo tendo amado a história em si e cada um deles, separadamente. Acho que eu senti falta de algo mais. Mas ainda assim existe um bom arsenal de momentos fofos entre eles. É apenas um pequeno detalhe que justifica eu dar 4 Angélicas, ao invés de cinco – comparando com o que já li da serie – mas nada que tenha estragado a leitura para mim. Longe disso, como eu deixei claro ali em cima rs. No mais, vou correndo para o próximo livro da série, e volto o quanto antes, para contar pra vocês tudo o que eu achei. Até mais !

13 comentários em “A Hora do Chá: ‘A Duquesa Feia – Eloisa James’

  1. eu vejo muita gente falando desses livros que são meio que releituras dos contos de fadas, eu gosto muito dessa temática, mas confesso que não sou fã de cliches, acho sempre a história muito previsivel e isso me cansa, mas eu gosto de ler quando tô de ressaca pois são sempre livros bem faceis e sem grandes acontecimentos. Já anotei essa dica aqui pra quando a ressaca bater, eu ler!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Olá Anna,

    Fui completamente arrebatada por esse enredo e já estou aqui desejando ler o quanto antes. A premissa me interessa bastante, pois gosto dessa coisa de um relacionamento se iniciar com uma mentira e depois as pessoas perceberem seus sentimentos. A obra tem tudo que normalmente me conquista, e é uma pena que você não tenha se conectado tanto assim com os personagens.
    Já anotei a dica e espero poder ler o quanto antes, pois os elogios apenas me deixam mais extâse. Arrasou no post, como sempre!

    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oi,tudo bem ?
    Nossa não conhecia, mas confesso que gosto muito do gênero e mesmo se for clichê me pego apaixonada pelas histórias. Gostei bastante da proposta deste, da forma como a autora entrega o enredo e dos trechinhos ressaltados. Parece ser uma boa indicação de leitura.

    Curtir

  4. Ainda não li essa série, mas estou bem curioso, pois elas são baseadas em contos de fadas, o que me deixa bem interessado em saber dessas narrativa que devem estar perfeitas. Espero ler em breve.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s