Resenha: ‘Vergonha – Brittainy C. Cherry’

Oi gente!! É uma verdadeira Vergonha que eu ainda não tenha resenhado esse livro. Trocadilho à parte, hoje é dia de Brittainy C. Cherry aqui no blog. Eu vim falar do seu último lançamento no Brasil: Vergonha (Disgrace). Mais uma vez a autora nos apresentou uma de suas maravilhosas histórias e eu só tenho uma coisa para dizer antes de completar a resenha: que livro!! Vem saber porque eu achei isso, mas antes disso leiam a sinopse…

“Um amor inesperado que surge de forma inusitada e arrebata a vida de Grace Harris. Grace Harris está perdida e sozinha em sua casa em Atlanta depois que o homem que ela pensou que ficaria a seu lado pelo resto da vida traiu sua confiança, partiu seu coração e saiu de casa, deixando seu casamento em suspenso. Grace resolve, então, passar o verão com a família em Chester, sua cidade natal, para respirar, dar um tempo de tudo. Sua vida está uma bagunça e o que ela precisa no momento é de um pouco de gentileza e compaixão.
Por incrível que pareça, Grace encontra isso na pessoa mais improvável de todas: Jackson Emery, a ovelha negra da cidade. Conhecido como a erva daninha de Chester, ele é sinônimo de encrenca, e não faz nada para mudar essa imagem. Tendo perdido na infância o que havia de mais valioso na vida, Jackson se tornou um homem amargurado e não dá a mínima para o que pensam dele. Os caminhos de Grace e Jackson acabam se cruzando de um jeito inusitado e a tristeza profunda que carregam atrai os dois como ímã. Ambos sabem que não foram feitos um para o outro, mas, como tudo vai acabar mesmo com o fim do verão, resolvem deixar rolar e se entregar a uma diversão passageira.
Porém, o que Grace não imaginava é que seu coração, já destroçado, seria obrigado a aprender que certos relacionamentos são capazes de causar dores muito profundas, e que é sempre preciso fazer uma escolha.”

Grace Harris tinha a vida perfeita, mas o destino lhe deu uma rasteira. Aquele que lhe jurou amor eterno estava traindo sua confiança e seu casamento e para finalizar, ele a abandona. Tentando juntar os caquinhos do seu coração, Grace decide sair de Atlanta e passar o verão em sua cidade natal, mas Chester não é conhecida como o melhor ambiente. A cidade é pequena e todos se conhecem, então nada passa despercebido e a chegada de Grace sem o marido logo vira alvo de fofocas.

Ela é filha do pastor da cidade, uma família super influente e conhecida como a ‘Realeza de Chester’, então Grace já sabe que voltar para lá será uma provação. A mãe de Grace é super controladora e vive de boas aparências, então vai tentar fazer Grace voltar com o marido mesmo que tenha sido ele a abandoná-la. Sem contar que Grace vive o tormento de viver um aborto espontâneo após o outro e agora ter que lidar com a pressão de voltar para um marido que a traiu e depois a abandonou depois de tanto tempo casados.

20190813_152603

Grace sente que está se afogando e que ninguém pode salvá-la. É assim que ela esbarra com Jackson Emery, o ovelha negra da cidade, aquele que ninguém quer se envolver. Ele administra a oficina da família e ainda tem que lidar com um pai alcoólatra. Ele sabe quem ela é e como está acostumado com o julgamento de todos, então já se prepara para ser avaliado e julgado pela pequena ‘princesa de Chester’. As famílias deles são inimigas desde que Jackson se lembra, então os primeiros contatos entre eles não são nada fáceis.

Ele já está acostumado com todos os rumores que inventam sobre ele, que já não tenta mais desfazer a imagem que formaram dele e da família. Quando Grace tenta se aproximar, ele a afasta já imaginando que será só mais uma para condená-lo. Jackson só não contava que se identificasse tanto com Grace. Ambos estão lutando contra as decepções e buscando sobreviver num mundo de julgamento e fofoca e talvez, apenas talvez, por esse motivo tenham decidido se envolver, mas nós sabemos que há mais.

“Meus cacos estavam espalhados e os dela se misturavam aos meus. Éramos duas pessoas despedaçadas e que não queriam ser consertadas.”

Jackson e Grace são completos opostos, duas pessoas que jamais deveriam se envolver, mas a dor, a angústia e a tristeza de ambos acaba tornando o fio que vai os unir.Grace vai notando que aquele homem mal-humorado e rude não passa do personagem que a cidade criou. Jackson não é nada disso e logo ambos estarão tão envolvidos que virarão a nova fofoca da cidade. É claro que a mãe de Grace não vai aceitar essa notícia muito bem e vai tentar separar o casal e fazer Grace voltar com o marido.

Eu não sei nem por onde começar a dizer o quanto amei esse livro. Temos dois personagens completamente diferentes, mas que se reconheceram na dor. Grace é uma mulher que já perdeu tanto na vida e que vivia para agradar à todos. Mesmo após todos os abortos que sofreu, ela se perguntava o que poderia fazer para manter o marido por perto. Quando volta para Chester, ela tenta agradar a família e se manter fora de problemas, mas ela falha quando se envolve com Jackson e passa a ser julgada pela mãe.

Já Jackson passou a vida inteira ouvindo os piores desaforos. A família se mudou para Chester quando ele tinha 6 anos e desde então vivia no inferno. Ele sofria tanto bullying que isso interferiu até no casamento dos pais. Aos 10 anos, ele viu sua mãe indo embora, mas uma grande tragédia acontece e ele perde a mãe num acidente de carro. O pai se afoga na bebida e Jackson se fecha para o mundo. Ele só começa a ter um pouco de esperança quando Grace aparece em seu carro rosa desgovernado.

“Nós éramos um clichê clássico. A boa moça e o monstro da cidade. Éramos os opostos perfeitos para formar a tempestade perfeita, e ela estava me pedindo para ser o defeito dela, o seu maior erro.”

Apesar do livro trazer essa capa com um boyzão super lindo, o tema central desse livro é família, pois toda família tem suas particularidades, suas alegrias e tristezas, seus segredos, ou seja, suas ‘vergonhas’. O livro não é hot, apesar de ter um homem sem camisa na capa, mas uma história sobre traições, julgamentos, amor e superação. Temos o alcoolismo sendo abordado e como o vício pode destruir famílias. Além disso com muita delicadeza, a autora nos mostrou uma mulher que sofre por querer ser mãe e não conseguir segurar uma gravidez.

Vergonha é um livro tão bonito que toca no fundo do coração do leitor. A cada livro da Brittainy eu digo que é o meu preferido e que ela não pode escrever nada mais bonito, mas ela vem e prova que é possível sim escrever várias histórias inesquecíveis. Ela nos mostrou como as pessoas julgam sem se importar com a dor do outro e tudo isso escondidas atrás do falso moralismo e da religião. Eu só queria que a Grace parasse de  se importar com o julgamento dos outros e que Jackson se permitisse ser feliz.

“Se um dia você se apaixonar de novo, por favor, que seja por mim.”

Como eu falei, o enredo gira envolta do tema família e as famílias de Grace e Jackson são fundamentais para movimentar essa história. Temos fatos decisivos e até mesmo ‘vergonhosos’ que eles esconderam de todos. O crescimento dos personagens a cada nova batalha é visível e a gente vai se apegando à eles, nos envolvendo e sofrendo com eles. Vergonha é uma história para ser sentida. Com uma narrativa intercalada, vamos nos envolvendo cada vez mais com toda a dor deles.

20190813_152625

Apesar da capa ser lindíssima, disso não temos dúvida, eu acho que ela vende a história de forma errada. Quando a gente olha pra ela, não tem como não pensar que se trata de um romance erótico e NÃO é. Vergonha é mais um daqueles romances com uma carga emocional enorme, onde até nos agradecimentos a Britt nos emociona. A cada pecinha que se encaixava, a gente sofria mais pelo nosso casal. Eu só digo uma coisa para finalizar: leiam, leiam e leiam. Deixo minhas 5 angélicas para uma das histórias que mais me emocionou esse ano. CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s