Crítica da Série: ‘Love 101 – 1ª Temporada’

Oi oi gente. Hoje eu trouxe a crítica dessa série que chegou quietinha, mas garante uma trama envolvente e apaixonante. Love 101 (Aşk 101) é uma produção Original Netflix, sendo a primeira série teen turca do serviço. A série chegou dia 24 de março desse ano, com sua primeira temporada, e foi tão bem aceita que não demorou para a segunda temporada ser confirmada. A série também foi comparada com a espanhola Elite, e ao longo dessa crítica eu direi o que penso dessa afirmação. Então sem mais delongas, confere trailer e sinopse e vem saber tudo o que achei dessa história.

O drama teen é ambientado em Istambul no final dos anos 90 e narra a história de um grupo de jovens que se unem a fim de impedir que uma professora da escola seja transferida, uma vez que a presença dela na escola é a única garantia de não serem expulsos. A partir de então, os jovens armam para que a professora Burcu e o treinador de basquete Kemal se apaixonem, enquanto isso os jovens se encontram imersos numa aventura recheada de aprendizados.

Logo de início, somos apresentados a quatro estudantes problemáticos que são detestados por quase todos os professores e estão por um fio de serem expulsos do colégio. São eles: Kerem (Kubilay Aka), Ada (Alina Boz), Osman (Selahattin Pasali) e Sinan (Mert Yazicioglu). Após um evento escolar resultar em um campo de guerra, encabeçado por eles, uma nova reunião é marcada para que seja decidido seu destino no colégio. Mais uma vez eles conseguem se salvar da expulsão, mas, dessa vez, apenas por um único voto a seu favor. E esse voto foi da professora Burcu (Pinar Deniz), que sempre sai em defesa deles por enxergar que além de todo o trabalho, são alunos que passam por problemas pessoais e merecem a chance de se formarem.

O grupo fica realmente apreensivo e sabe que passaram dos limites, ainda mais quando descobrem que apenas uma pessoa votou contra a expulsão. Mas ao mesmo tempo, ficam aliviados, porque gostam de Burcu e sabem que podem contar com ela. Acontece que Burcu consegue um emprego em sua cidade natal e está com os dias contados no colégio, e o diretor deixa bem claro para esses quatro que assim que a professora virar as costas fará questão de expulsar um por um.

Depois de muito discutir o que fazer, eles chegam a conclusão que precisam arrumar um namorado para Burcu, assim ela desiste de ir embora. E então, apenas pelo desespero, decidem recorrer a Isik (Ipek Filiz Yazici), aluna mais exemplar da escola, pois precisam de alguém que entenda do amor para ajudá-los a darem uma de cupido pra cima da professora. Isik topa ajudar porque não quer que Burcu vá embora. E é assim que eles se tornam um grupo de cinco pessoas totalmente diferentes uma da outra mas com um objetivo em comum.

O plano deles começa a tomar forma quando o novo professor chega ao colégio e parece ser o partido ideal. O grupo então começa a se encontrar sempre que podem, tendo a casa de Sinan como um dos pontos mais frequentes dos encontros. A diferença entre eles sempre foi muito bem explícita, mas, a partir daí, são as coisas em comum que irão começar a surgir e fazer esses alunos, aos poucos, se aproximarem emocionalmente e construírem uma amizade única, além da vivência do primeiro amor para alguns deles.

A série se passa em dois tempos: nos anos 90, narrando a trajetória desse grupo evitando ser expulso, e 20 anos depois, com Isik já adulta, chegando na antiga casa de Sinan, tentando reunir esse grupo novamente. Aparentemente, algo ruim aconteceu e eles se separaram por todo esse tempo. Grande parte da trama se passa em 1998, mas temos esses trechos no futuro, deixando a sensação de ser Isik adulta a contar essa história para nós. Há também um mistério envolvendo o destino de um desses cinco, o que me deixou mais e mais apreensiva conforme ia avançando nos episódios.

E além de me envolver totalmente, eu também me apaixonei por cada um desses personagens. Ada é a garota encrenca, que sonha em seguir a carreira de design artístico, mas esconde seu talento por não ser uma carreira promissora; Kerem é o valentão, que enfrenta problemas com o pai, que cobra muito mais do filho; Osman é o garoto dos negócios, com uma esperteza aparente; Isik é a nerd apaixonada, que vai ser responsável por unir esse grupo de uma forma que eles não esperavam e trazer muitas reflexões; e então temos Sinan, o garoto solitário, abandonado pelos pais aos 14 anos, e estava apenas existindo e se afogando na bebida para superar cada dia. Ele é, de longe, meu personagem favorito e o que tem o arco mais profundo da trama. Como eu quis entrar em seu mundo só para poder cuidar desse garoto.

Alguns personagens secundários também são cativantes, como é o caso da professora Burcu e do professor Kemal (Kaan Urgancioglu). A vida pessoal de Burcu não vai facilitar em nada para esses alunos terem êxito em seu plano. Ela vem de uma família muito tradicional que a está pressionando para voltar para casa, além de outras coisas. Já Kemal, a princípio, se revela um cara todo durão e rústico, mas vai se revelando um cavalheiro a sua maneira. Esse arco da história mostra muito como não podemos ser levados pela aparência. Temos também o diretor Necdet (Müfit Kayacan), que não se mostra uma pessoa muito decente e quer a expulsão desses alunos, custe o que custar.

Love 101 está sendo chamada de “Elite da Turquia”, mas eu discordo totalmente, porque além do ponto em comum de ser uma série teen, tudo o mais não se iguala. Se eu fosse comparar mais precisamente com alguma obra, seria “Clube Dos Cinco”, que aí sim temos referências claras. Comecei a ver essa série por indicação de uma amiga, mas sem muita expectativa, e fui surpreendida por uma história, que mesmo tendo uma premissa já conhecida, traz uma originalidade e profundidade muito tocante e envolvente.

As cenas são muito bem construídas, com diálogos inteligentes e divertidos. Todo o ponto cômico da história é muito bem colocado, junto com doses de drama e romance de aquecer o coração. Temos sim uma grande dose de clichês mas são muito bem construídos, e sempre dando referência a algo. A série é autêntica, divertida e mega envolvente. Eu maratonei de uma só vez, pois não conseguia largar. Todo fim de episódio me fazia querer o próximo desesperadamente. Love 101 tem uma trama gostosa e sua narrativa derrama litros de ensinamentos. Os momentos contados no futuro, com Isik sozinha esperando os demais aparecerem, só me deixou mais presa, desesperada em saber o que aconteceu com todos.

Já que eu falei das cenas, preciso comentar que algumas delas foram épicas, a começar por todas as vezes que nosso grupo colocava alguma etapa de seu plano de conquista em ação – destaque pra uma cena num show, que eu me acabei de rir. Temos a cena de um beijo, muito esperado por mim aliás, embaixo d’água que é a coisa mais linda. Mas a top 1 e minha preferida fica a cargo de uma briga, que acontece em uma laboratório de química, em câmera lenta, ao som de Feeling Good. Esse momento, simplesmente, é tudo pra mim. Falando em música, a trilha sonora dessa série é um destaque a parte de tão incrível, e cada canção se encaixou perfeitamente nas cenas, dando o toque que cada uma precisava, e me surpreendendo no caminho. Clica aqui pra ir direto no Spotify curtir essa lista maravilhosa.

Love 101 foi uma grata surpresa e me deixou muito contente por ter assistido. É aquela série que tem um pouquinho de tudo e cada coisa se encaixa perfeitamente, transformando a série em um conteúdo apaixonante, divertido e que aquece o coração. Com apenas 8 episódios que passam voando, a série entrega uma história muito bem construída, com uma carga de mensagens profundas para passar para nós, além de divertir na mesma medida. As produções turcas estão me surpreendendo cada dia mais, viu? Indico demais essa série e já estou morrendo de ansiedade para a Segunda Temporada. Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s