Resenha ‘Como Sobreviver à Realeza – Rachel Hawkins’

Oi ooooi gente! Hoje eu trouxe a resenha de um livro que, desde que foi anunciada a capa, eu ouvi demais que ele “era a minha cara”. Tudo bem, confesso que não posso ouvir nada de realeza, que já corro que nem doida. Como Sobreviver à Realeza é o primeiro livro da série Royals, que ainda conta com apenas dois livros. Mas rumores apontam para a vinda do terceiro – e eu já estou aqui torcendo para isso ser verdade. Antes de falar mais alguma coisa, vamos à sinopse.

Perfeito para fãs de Jane Austen, O diário da princesa e com um toque de Gossip Girl, o livro conta a história de Daisy Winters, uma adolescente americana de cabelos vermelhos que trabalha em uma loja de conveniência e é completamente comum. Exceto pelo fato de que sua irmã mais velha (e perfeita), Ellie, está noiva do herdeiro da Coroa escocesa.
Apesar do esforço de se manter longe da nova vida de sua irmã e dos holofotes, Daisy acaba indo parar nas manchetes dos tabloides e é convidada ― ou melhor, intimada ― pelo palácio a passar suas férias na Escócia. Para se adaptar à nova realidade, o charmoso Miles é escalado para ensiná-la tudo sobre o mundo da família real. A Coroa fará de tudo para transformar Daisy em uma dama… mas ela pode acabar reescrevendo o livro de regras seculares da realeza.

Daisy Winters é uma adolescente normal, vai a escola, tem planos para o verão junto de sua melhor amiga, tem um ex cretino. O que a a difere dos demais é o fato de que sua irmã mais velha, Eleanor, namora com Alexander, Príncipe da Escócia. Com isso, ela acaba sofrendo um pouco com o assédio dos fotógrafos, precisa ficar vendo sua irmã em capas de revistas, que são vendidas no mercado em que trabalha, e até mesmo viu suas fotos do baile sendo oferecidas para a imprensa.

Tudo o que ela quer, é que chegue logo o momento de ir para a convenção de KeyCon com Isabel, a sua melhor amiga, e poderem curtir todo o universo geek que elas podem desejar, inclusive encontrar com sua autora preferida. Mas então, quando Dais volta para casa, após mais um dia de trabalho, ela percebe que os seguranças de sua irmã e cunhado estão lá, o que significa que eles também. Dessa forma, ela descobre a grande novidade: os pombinhos estão noivos. E agora, não há mais um modo de Ellie criar uma certa separação entre a sua família e a do homem que ama.

– É como se estivéssemos em Outlander – sussurro para El. – Isso é realmente mais do que me prometeram. 

Daisy, com seu super cabelo vermelho, já fica apreensiva com a ideia de conhecer a Família Real. E mal sabe ela que tudo vai acontecer mais rápido do que imaginava. Depois de uma entrevista mentirosa, mas bombástica, que seu ex dá, onde diz que ela terminou com ele, pensando em começar um romance com Sebastian, o outro príncipe – irmão de Alex -, Ellie e Glynnis, uma funcionária da realeza, acham melhor que a menina passe o verão ela Escócia, onde podem controlar o acesso da imprensa a adolescente, mudando todos os planos que ela havia feito.

Quando não tem como escapar desse novo fato, Daisy embarca para o país, com um arquivo que precisa ler, sobre vários protocolos, sobre quem são as pessoas e muito mais. E, graças as leituras de Isabel em blogs sobre a realeza, também sabemos que Dais está prestes a conhecer os famosos Rebeldes Reais, um grupo que incluí o próprio Príncipe Sebastian e seus cinco amigos mais próximos, que aprontam bastante, como perceberemos assim que eles entrarem na jogada. Não vai demorar para que a nossa adolescente de cabelo vermelho veja com os próprios olhos o ego de Seb e o quanto ele dá por certo que vai rolar alguma coisa entre os dois. E, não só ele acredita no interesse dela, como o seu melhor amigo, Miles, que acaba sendo ríspido com ela.

Nem dois dias de viagem e já me sinto em um romance da Jane Austen.

Só que ela logo vai tratar de deixar as coisas bem claras, de que não quer esse envolvimento e quer passar despercebida. Mas, isso não acontece. Com o aumento do assédio, a visita de sua amiga e uma noite tirada do contexto, Daisy vai se ver ainda mais envolvida na história que a imprensa cria sobre um possível lance com Seb. O que a realeza, definitivamente, não quer. Então, Miles é convocado para assumir uma espécie de romance com ela e também para poder estar ao seu lado em eventos, para que a jovem saiba se comportar. Mas, até onde um romance arranjado e fake ficará somente nesse campo? E, até onde a animosidade constante entre os dois vai existir? Dais precisa lidar com todo o mundo, não tão receptivo da realeza, enquanto tenta não se perder, nem colocar o romance da sua irmã em risco. Basta saber como ela vai conseguir sobreviver à realeza.

Ok, parece que eu já falei muito, como sempre, só que tem muuuita coisa para vocês descobrirem durante essa leitura. Então, vamos falar dos personagens. Nossa protagonista é Daisy. Como uma boa adolescente, Dais reclama de várias coisas que, em um primeiro momento, nos podem soar desnecessárias. Mas, quando paramos para pensar pelo seu ponto de vista, dá para entender que fazem sentido para ela. Ser assediada pela imprensa, perder o verão de seus sonhos, seguir regras, ouvir pessoas falando dela, de sua irmã e até de seus pais… nada disso é fácil, ou simples. Mas, enfrenta tudo isso muito de frente, sem perder quem ela é. Feita de ótima tiradas, com um humor ácido, um jeito forte e pronto para defender aquelas pessoas que ama, com aquele jeito de “só quem pode falar mal, sou eu”. Então, é fácil acabar gostando dela.

Uma das minhas coisas favoritas na Escócia até agora é que unicórnios são o animal nacional. Não dá para odiar um país que faz isso.

O bom desse livro é que os secundários são muito presentes e você acaba se apegando a eles – cof cof a ponto de quer livros para todos cof cof -. A grande princesa desse livro é Eleanor. Se gostar da irmã Winters mais nova é fácil, não posso dizer o mesmo da mais velha. Ellie nos passa muito nervosismo, que talvez até seja normal, para uma plebeia americana entrando para a Família Real escocesa. Ela sabe que muitas pessoas não aceitam isso muito bem e outras tantas coisas que precisa lidar. Ainda sim, não acho que justifica algumas atitudes que ela tem, principalmente em jogar a irmã na cova do leão. Seu par perfeito é Alex, que parece ser um doce de príncipe, sempre tentando apaziguar os climas que acontecem entre as irmãs. Os pais das duas são super doidinhos, especialmente o pai, que já foi roqueiro.

Quem rende muito também são os Rebeldes Reais – que deveriam ter um livro pra cada, já digo logo -, e tudo o que aprontam. Sebastian encabeça essa lista, sendo um príncipe inconsequente, entre suas bebedeiras e aventuras. Seus fiéis amigos estão sempre por perto, acompanhando tudo e lhe dando apoio. Principalmente Miles. Esse sabe muito bem do que o outro é capaz e sempre tenta cuidar bem dele, evitando que a mídia veja o seu pior lado, especialmente quando ele está bêbado. Miles não se dá bem com a visitante, porque acredita que ela é mais uma que quer a fama que esse romance pode trazer, mas logo vai perceber que não é bem o que Daisy tem em mente. Os outros, Gilly, Sherbert, Spiffy e Dons, vão render risos, principalmente quando a Lady Daze – entrou para a turma, ganha um apelido, não é?! -, estiver envolvida. Ah!, temos a Princesa Flora, irmã gêmea de Seb, que será protagonista do próximo livro. E, uau, causa um impacto, senhoras e senhores, não tem como negar. Não quero falar muito sobre, porque ela tem seu próprio plot, que dá gancho para o seu livro.

Agora sim, isso é a Escócia que eu estava esperando. Quando visitamos da outra vez, fomos apenas para as cidades. Edimburgo, Glasgow… Eu nunca tinha visto as verdadeiras Terras Altas. 

Esse foi o meu primeiro contato com a escrita da Rachel e que grata surpresa. Como vocês devem imaginar pelo início da resenha, eu fui com a maior expectativa nesse livro e ela foi suprida com sucesso! A escrita é uma delícia, super leve e divertida, as páginas vão passando tão rápido, que eu nem senti. A história é um young adult gostoso e que eu recomendo para quem adora um bom clichê, principalmente envolvendo a realeza. Conforme fui lendo, me peguei torcendo demais para que algum studio ou streaming compre os direitos, porque esse livro é a cara desses filmes de sessão da tarde que a gente ama sentar e assistir mil vezes. Por enquanto, Royals é apresentada como uma duologia. Mas, durante minhas pesquisas, vi que existem rumores de um possível terceiro livro e eu quero MUITO isso! Nem li o livro da Flora ainda, mas acho que Seb precisa de um protagonismo para chamar de seu. Também preciso dar um ponto a extra devido ao fato de que Hawkins escolheu a Escócia como pano de fundo – temos direito a kilt! – e sou só suspiros por esse lugar. Além dela fazer referência a vários livros, séries e autores que conhecemos e amamos.

A diagramação da Alt vem hiper lindinha, começando com essa capa! Se o tema já não tivesse um espaço cativo no meu coração, essa capa me prenderia. Com ilustração que é uma graça e destaca o vermelho que Dais tanto gosta, além de trazer o Miles também. Até a roupa dela eu acho perfeita, porque super usaria haha. Por dentro, os capítulos são numerados e temos partes de textos que representam as postagens feitas em blogs sobre a realeza. As páginas são amareladas, o espaçamento e as letras confortáveis para a leitura.

Fugir de um salão de baile usando uma porcaria de uma tiara. Eu poderia ser um clichê maior que isso?

Como Sobreviver à Realeza trás uma pegada Diário de uma Princesa com Gossip Girl, ousando no fato de que não conta a história da princesa e sim de sua irmã. O único fato que me impede de dizer que o livro foi perfeito é que, no momento que nos é apresentada a pretensão de um casal, o que eu espero é um romance fofinho para chamar de meu, para acompanhar o ritmo da trama. Mas, aqui faltou um pouco disso e, talvez, uns dois capítulos a mais. Então, deixo quatro Angélicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s