Melhores do Ano 2020: ‘Livros’

Oi gente! Estamos de volta nos nossos Melhores do Ano e hoje é dia de falar dos livros que mais gostamos de ler e resenhar este ano. Sempre é muito difícil fazer essas escolhas, mas mantivemos em mente que deveriam ser livros lançados em 2019/2020 e que tivessem recebido as nossas 5 Angélicas. Depois disso ainda tínhamos uma lista grande e, como estamos em 3 neste blog, paramos para analisar todos eles para que tivéssemos os 15 livros que mais nos emocionaram neste ano. Nunca é fácil essas escolhas, mas conseguimos. Lembrando que não citamos nenhum romance de época porque eles tem a sua própria coluna e o especial A Hora do Chá sairá amanhã (30). Fiquem com as nossas melhores leituras de 2020. 

A CANTIGA DOS PÁSSAROS E DAS SERPENTES – SUZANNE COLLINS

115931452_779174866185171_49312695380939871_n

“Sobre a escrita da Suzanne, eu sou apaixonada. Ainda que Em Chamas seja o meu livro preferido – e da maioria dos fãs -, eu gosto quando ela pisa um pouco no freio e lida com o lado político, porque a trilogia, para mim, grita isso! E é isso que acontece com essa nova história. Não temos um ritmo frenético, mesmo quando os Jogos começam, porque estamos vendo da perspectiva dos telespectadores. E nem estamos vendo uma guerra. O livro é quase como um jogo de xadrez, com mexidas em seus peões. Collins só trouxe um livro que confirma a admiração que tenho por ela. Além disso, existem diveeersos easter eggs da nossa amada história e vamos encaixando várias peças que formam um quebra cabeça genial. A verdade é que estou torcendo para que esse não seja um projeto único e mais livros no Universo de Panem ainda estejam a caminho.” – por Raíssa Zaneze. Resenha completa aqui. 

A GAIOLA DE OURO – CAMILLA LACKBERG

IMG_20201016_162142

“A Gaiola de Ouro é sem dúvidas um dos melhores thrillers psicológicos desse ano, não que eu tenha lido muito deles, mas sem dúvida Camilla Läckberg mostrou aos leitores brasileiros a que veio. O livro pode se mostrar um pouco arrastado no início, já que temos mais curiosidade pelo passado de Faye, mas a partir da segunda parte, a história se torna viciante. Algumas coisas ficaram sem resposta ou foram deixadas no ar pela autora e eu estou esperando que sejam explicadas no próximo livro, isso mesmo, tem próximo livro. A editora já confirmou a publicação de Asas de Prata em 2021.” – por Adriana Cardoso. Resenha completa aqui

DAISY JONES & THE SIX – TAYLOR JENKINS REID

119969098_679814195964141_4366597570100223352_n

“Daisy Jones & The Six roubou meu coração e sacramentou uma autora favorita. Eu simplesmente devorei essas páginas, me emocionei e viajei para a onda sexo, drogas e rock’n’roll dos anos de 1970. Daisy é mesmo uma personagem que exala carisma, enquanto Billy transpira paixão. Se eu pudesse, pediria para a Fada Azul transformá-los em carne e osso. Não posso deixar de dar todo o meu amor. Ah, nem posso negar o fato de que Taylor Jenkins Reid me deu um segundo livro favorito.” – por Raíssa Zaneze. Resenha completa aqui

DEPOIS DA TEMPESTADE – J. LYNN BAILEY

IMG_20200609_152203

“O que posso dizer é que Depois da Tempestade é um livro sobre como um momento pode mudar tudo. Liv sofreu e sucumbiu a essa dor das piores maneiras possíveis, mas soube quando e como pedir ajuda. O processo de cura de Liv levou bastante tempo e foi com muitos obstáculos, mas a maior lição ficou no fato de que cada pessoa tem sua própria maneira de passar pelo luto e que nem sempre será bonito. Eu terminei a leitura com aquela sensação de que tinha passado por tudo aquilo junto com a Liv e amo livros que me carregam dessa maneira para dentro da história.” – por Adriana Cardoso. Resenha completa aqui

ELEANOR & PARK – RAINBOW ROWELL

IMG_20201125_173218

“Eleanor & Park é um livro juvenil, mas carregado de temas importantes. Park se torna o romântico enquanto Eleanor só quer sobreviver. Ao mesmo tempo que é lindo é tão triste e agonizante. Apesar de não aceitar muito o final, depois de uns dias refletindo sobre ele, eu pensei que fazia total sentido e que a autora não estava escrevendo uma linda história de amor, pois ela, em vários momentos, foi bem trágica. Pra mim, esse livro fala sobre superação e de como uma amizade verdadeira pode nos salvar. Ao mesmo tempo fala de como somos donos dos nossos próprios destinos e que apenas nós podemos vencer nossas lutas internas. O romance entre os protagonistas é só uma ponta no iceberg que é essa história. E falo isso no sentido do tão grande e impactante que ela é.” – por Adriana Cardoso. Resenha completa aqui

EM QUEDA LIVRE – L. M. HALLORAN

IMG_20200616_145204

“Em Queda Livre trouxe uma bela história de auto-conhecimento, superação e perdão. A força de um grande amor está presente também, mas a autora acertou em cheio quando fez com que Mia se entendesse consigo mesma primeiro, sozinha, antes de ter um possível final feliz com alguém. É emocionante acompanhar todo esse processo de cura, que, apesar de lento, é algo muito importante para ela. Mia está longe de ser uma mocinha perfeita, mas revela um coração bonito que só precisa se libertar da dor. Torci muito para que ela conseguisse colocar tudo nos trilhos e ser feliz.” – por Anna Carolina. Resenha completa aqui

IMPERFEITOS – LAUREN LAYNE

103654125_2870574823051679_8011119339292061423_n

“Só sei dizer que amei demais esse livro. É o meu favorito da série, sem dúvida alguma. E olha que isso é algo considerável, já que eu gostei bastante dos anteriores. Que leitura mais gostosa e envolvente. Não consegui largar até terminar e quando acabou, me arrependi por ter lido tão rápido. Conforme fui devorando as páginas, ia temendo estar chegando ao fim e já querendo mais antes mesmo de acabar. Imperfeitos só fez com que eu me apaixonasse ainda mais pela escrita da Lauren Layne, que é muito leve, fluida e divertida, mesmo que tenha toda uma carga dramática. É aquele livro que você lê em uma sentada só e termina a leitura bem satisfeito e com o coração aquecido.” – por Anna Carolina. Resenha completa aqui

MELHOR QUE A ENCOMENDA – LAUREN BLAKELY

104580978_2870501183059043_9063598526827764814_n

“Melhor que a Encomenda trouxe um casal leve, autêntico, que se entendem desde o primeiro momento que se conhecem e já nos divertem desde a primeira linha. Minhas cenas preferidas foram as que eles inventavam histórias de um relacionamento de mentira, como se realmente tivessem acontecido e o quão interessante foi ver algumas delas tomando vida conforme eles iam se envolvendo. Confesso que minhas expectativas para esse livro estavam altas, por já conhecer e amar a escrita da Lauren, e não fui decepcionada. Sua escrita se manteve fluida, gostosa e envolvente. O casal é mega divertido, assim como os personagens secundários, o que tornou a história mais fácil e harmoniosa.” – por Anna Carolina. Resenha completa aqui

OS SETE MARIDOS DE EVELYN HUGO – TAYLOR JENKINS REID

117598952_1433165760208545_269876711342065603_n

“Esse foi o meu primeiro contato com a escrita da Taylor Jenkis Reid e o que posso dizer, além de que já estou rendida aos pés dela e com outros livros para ler?! Ela acerta em cada ponto que nos apresenta. Inclusive sobre o grande amor de Evelyn Hugo e em como isso foi tratado dentro da trama. […] De um jeito mais louco do que já é comum na minha vida de leitora, me peguei desejando que Evelyn fosse real, que Evelyn fosse minha amiga. Alguém para admirar. Alguém com quem eu pudesse sentar para conversar, para aprender. Evelyn me arrasou! No momento que fechei esse livro, só quis abrir e recomeçar tudo. Então, nem preciso dizer muito que darei todo meu amor e exaltação. Se te falta mais algum incentivo, eu te imploro, vá ler esse livro!” – por Raíssa Zaneze. Resenha completa aqui.

QUESTÃO DE CLASSE – CHRISTINA DALCHER

131423880_442911930418368_162561695587446860_n

“Preciso falar que me tornei fã da Christina lá em Vox. Durante a pandemia, em uma live com ela, no Instagram da Arqueiro, foi anunciado esse livro e eu já sabia que eu precisava dele. Mais uma vez, a Christina vem com uma escrita absurdamente envolvente e absurdamente incomoda. Se da outra vez ela usou a religião como base, dessa vez, ela usou o movimento eugenista. A ideia atrás de uma população perfeita, onde qualquer tipo de minoria não estava mais sendo bem vinda. E, o interessante é que ela não falou apenas de atos de Hitler, mas citou até mesmo acontecimentos pouco conhecidos dos Estados Unidos. Isso nos faz refletir muito, principalmente sobre o que é aceitável no conceito e a necessidade de perfeição. Na nota da autora, Dalcher diz que seu objetivo é nos perturbar e, sem dúvidas, isso é feito. Mas de um jeito que faz com que a gente sinta vontade de devorar as páginas para saber o que vai acontecer a seguir.” – por Raíssa Zaneze. Resenha completa aqui

REDE DE SUSSURROS – CHANDLER BAKER

134490070_227518838829948_8864897596509019844_n

“A escrita da autora é muito envolvente, sem dúvidas, nos prende. É um livro com um suspense, ao mesmo tempo que fala sobre relacionamentos, família, amigos. E sobre feminismo. Mas, não vire a cara ou torça os lábios. O objetivo do livro não é citar o movimento a cada página, ele praticamente nem é falado. O objetivo é dar voz as mulheres, fazer com que elas não se calem mais, que não aceitem menos do que merecem. Torno a dizer que ele vem na onda do movimento #MeToo e prova o quanto a união das mulheres é importante. […] Rede de Sussurros vem com uma mensagem clara, mensagem que veio com mais força junto com os movimentos #MeToo e Time’sUp: não vamos mais nos calar e vamos nos unir. Não iremos mais abaixar a cabeça e nos esconder, não vamos mais aceitar sermos diminuídas ou ameaçadas. Nós somos mulheres poderosas e capazes e ninguém tem o direito de querer que sejamos menos do que podemos ser.” – por Raíssa Zaneze. Resenha completa aqui

SOL DA MEIA-NOITE – STEPHENIE MEYER

118779748_629807121242897_8177158831705037450_n

“Ao falar sobre a escrita da Steph, não posso deixar de dizer que sempre gostei de como ela escreve. Sempre. Até porque, com os livros que vieram depois, ela mostrou e provou que é muito boa. E, comparando Sol da Meia-Noite com Crepúsculo, podemos notar que até mesmo em uma história conhecida, ela conseguiu evoluir, melhorar alguns aspectos, preencher as lacunas muito bem, deixar claro que alguns comportamentos são bizarros – nada de entrar em quartos para espionar – e muito mais. Claro que o livro é gigante, tem o dobro de páginas que o original.” – por Raíssa Zaneze. Resenha completa aqui. 

UMA LUZ NO OUTONO – CARRIE ELKS

IMG_20200811_134950

“Eu acredito muito que o amor transforma as pessoas e é nítido que tanto Juliet quanto Ryan se tornam melhores após se conhecerem. Eles despertam o melhor de cada um e acho que o amor tem que ser assim para todo mundo. Essa mudança deixa Juliet nervosa, pois ela não sabe o que é ser amada e respeitada por quem ela é. Ryan é o tipo ideal de crush, eu fui me apaixonando a cada capítulo. Achei a história deles mais realista já que ser mãe solo é a realidade de muitas mulheres assim como terem passado por relacionamentos tóxicos. Só que a Carrie trouxe uma leveza para falar sobre o assunto sem perder a essência de um bom romance romântico. Passamos por vários temas importantes e todos direcionam os personagens para o final feliz que merecem.” – por Adriana Cardoso. Resenha completa aqui

VERITY – COLLEEN HOOVER

134471152_202483611537306_2209357956286150105_n

“Preciso, mais uma vez, tirar meu chapéu para genialidade de CoHo. Quando eu penso que ela chegou ao ápice das suas histórias, que ela já conseguiu mexer com tudo o que poderia de mim, ela vem e dá uma risada na minha cara, como se dissesse “você ainda não sabe do que eu sou capaz”. Pra uma autora que, como ela mesmo diz, nunca tinha se aventurado no gênero, Colleen escreveu um thriller psicológico que não fica devendo a nenhuummm dos que tem no mercado. Fica óbvio do porque ela é uma autora ilustre e premiada. Ah, e se preparem para um final que nos deixa doida e com mil teorias. Afinal, ela não brinca em serviço.” – por Raíssa Zaneze. Resenha completa aqui

VIRGIN RIVER: UM LUGAR PARA SONHAR – ROBYN CARR

IMG_20201127_171904633_HDR

“A escrita da Robyn Carr é bem fluida, então você lê muito rapidamente. A Harlequin fez um belo trabalho nesta edição nos dando um capa que remete a calmaria nas montanhas de Virgin River, mas não deixou de pegar carona no pôster da série da Netflix. Apesar de ser um livro com o protagonismo forte de Mel e Jack, a história ainda vai abordar outros temas importantes, como: sexo na adolescência, maternidade em geral, uso de drogas, traumas, além do conceito de família. Foi uma leitura super positiva mesmo que eu já conhecesse a história por causa da adaptação.”  – por Adriana Cardoso. Resenha completa aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s