Maratona de Férias 2021: ‘Dash & Lily – 1ª Temporada’

Oi gente! Semana passada começamos com a nossa Maratona de Férias de 2021. Vamos aproveitar o mês de janeiro e, que tem muita gente em casa, para liberar algumas críticas das séries que estamos assistindo. E já começamos arrasando com Bridgerton e hoje vamos voltar ao natal. Aaahhhh…nós amamos a magia do natal, então sempre nos jogamos nas produções natalinas de fim de ano e dessa vez não foi diferente. E para relembrar o natal, eu vou falar de Dash & Lily, uma série que chegou em novembro ao catálogo da Netflix e que eu amei completamente. Fiquem com a sinopse e trailer que já conto mais sobre a trama…

“Inspirada no livro “O Caderninho de Desafios de Dash & Lily”, a série começa na época do Natal, quando Lily (Midori Francis) decide esconder um caderno cheio de desafios numa livraria, esperando encontrar alguém especial. Quem o encontra é o solitário Dash (Austin Abrams), que topa se envolver no plano, conversando através do papel. Sem se conhecerem pessoalmente, eles descobrem que têm muito mais em comum do que imaginavam.”

A série é baseada no livro O Caderninho de Desafios de Dash & Lily, dos autores David Levithan e Rachel Cohn. A parceria dos autores já rendeu alguns livros e um deles, Naomi e Ely e a Lista do Não Beijo, já foi adaptado pela Netflix em 2015. Apesar de ser dos mesmos autores, essa história é muito diferente da primeira adaptação feita pela plataforma de streaming. A trama usa o natal como pano de fundo e, quando eu digo isso, é porque a trama é bem mais do que uma produção bobinha de natal. Ao longo de oito episódios, de menos de 30 minutos cada, vamos conhecer os adolescentes Dash (Austin Abrams), que odeia o natal, e Lily (Midori Francis), a louca do natal, assim como a equipe desse blog haha

Dash anda lambendo as feridas de seu último relacionamento justamente na época mais festiva do ano, além de ser a temporada onde as famílias se unem, coisa que ele não sabe há muito tempo o que é, já que seus pais são divorciados. Ele decide tirar umas férias de ambos, assim diz para mãe que vai ficar com o pai e para o pai, ele fala o contrário e com isso Dash terá todos aqueles dias para si, sem a obrigação de ser sorridente nas festas de natal e ainda poder ficar sozinho. Ele é o típico adolescente rabugento e o fato de estar de coração partido faz com que ele odeie mais ainda o natal. Dash encontra refugio numa livraria e acaba esbarrando como um caderninho vermelho que tem a seguinte anotação: “você tem coragem?”. E é aqui que conhecemos Lily.

dash5

O caderno foi deixado por Lily na esperança de encontrar um garoto legal e que gostasse das mesmas coisas que ela, mas logo vai descobrir que quem pegou seu caderninho foi alguém no estilo Grinch. Mas esse alguém gostou da brincadeira e acabou propondo uma troca: ele cumpre os desafios de Lily, mas ela também precisa cumprir os desafios dele. Os dois começam a se corresponder através desse caderno e uma amizade inusitada entre eles se inicia, além de uma divertida aventura pela cidade de Nova York em pleno o natal. Os dois vão passar bastante tempo se correspondendo apenas através do caderninho e a cada desafio cumprido, eles se conhecem um pouco mais, assim como nós telespectadores também vamos descobrindo quem são e começamos a compreender os motivos de Dash odiar tanto o natal e de Lily amar tanto.

Dash é o verdadeiro Grinch, o que já é um clichê nas histórias de natal já que tem sempre um personagem que não gosta ou não liga para este feriado. Ele é um adolescente traumatizado pelo divórcio dos pais e apesar de não ser tímido e circular pelas festas da ‘turma’, Dash prefere ficar sozinho. Isso muda a partir dos desafios do caderninho. Já Lily sempre achou o natal a melhor época do ano, mas esse feriado será diferente sem a presença da família que decidiu viajar. Ela está chateada e triste por ter que passar as festividades apenas com o irmão Langston (Troy Iwata) e é ele quem acaba incentivando Lily a criar o caderninho e encontrar alguém com quem pudesse passar o feriado.

dash6

O que era para ser apenas um clichê de natal, se tornou uma das histórias mais fofas e legais da temporada natalina. Muito disso se dá pelos episódios serem curtos e não ter tempo de ficar enrolando. Tudo é bem desenvolvido e rapidamente nos vemos encantados pelo jeito sonhador de Lily e pelo fato de Dash abrigar um menino super legal por baixo da faixada de rabugento e cínico. Os personagens são completos opostos, o que já seria outro grande clichê das comédias românticas, mas Dash & Lily encanta pelo roteiro, por um elenco maravilhoso e por protagonistas cativantes. A série ainda tem a participação de Nick Jonas, como ele mesmo, já que a banda Jonas Brothers está fazendo um show na cidade. Vale lembrar que ele é um dos produtores da série.

E quando eu disse que a história não era mais uma no meio de tantas produções natalinas se dá por vários fatores, mas vamos começar pelo fato da protagonista ser asiática. Lily é americana, mas é filha de mãe asiática e pai americano. Temos toda uma comunidade sendo representada nessa parte da história e eu achei muito legal que não tivéssemos mais uma protagonista padrão. Além dessa representatividade na protagonista e sua família, temos um núcleo LGBTQ+ através de seu irmão Langston e de seu namorado, Aryn (Leah Kreitz). Vale ressaltar que eu amei esse casal e tivemos várias cenas engraçadas com eles dois. E a representatividade, tanto na trama quanto no elenco, não para por aí. Temos atores negros, latinos, indianos e entre outros.

i203777

Já que comecei a falar do elenco, achei interessante como eles entram nos momentos certos e dão ritmo a história de Dash e Lily. Suas histórias não são aprofundadas, o que é até normal de acontecer, mas quando a série acabou, eu senti que os principais coadjuvantes tiveram sim seus finais. Eu já destaquei a participação do irmão de Lily, mas Boomer (Dante Brown), melhor amigo de Dash, também se torna muito importante para interação do nosso casal. Cada um deles ajuda ou atrapalha um pouco a história deles e a gente se diverte e se emociona na mesma medida. 

Uma das coisas que eu mais amei foi justamente os protagonistas e a química entre eles. Mesmo que passem basicamente a série toda sem se encontrarem, nós ainda sentimos todas as aflições que eles sentem. Os atores estão maravilhosos em seus papéis e faz a trama funcionar ao ponto de quem está assistindo ficar na torcida para que no próximo episódio seja o encontro entre eles. Amei o fato dos desafios terem mudado os protagonistas, mas sem que eles perdessem suas essências. Por causa dos caderninho, Dash se vê empolgado por algo, enquanto Lily, sempre tão otimista, mostra que por baixo de toda aquela positividade existia uma menina machucada pelo bullying que sofreu na infância. 

dash4

Eu falei no início dessa matéria que essa história é uma adaptação de um livro, então vale deixar anotado aqui que O Caderninho de Desafios de Dash & Lily vai ganhar uma nova edição, com a capa da série, além de que a editora vai publicar o segundo livro do nosso casal fofinho de Nova York. Ainda não tem data de lançamento, mas a Galera Record confirmou que seria para o segundo semestre de 2021. Já fica a dica para que a Netflix faça uma segunda temporada, não é mesmo? 

Dash & Lily esconde numa trama fofa, uma história com protagonistas encarando os problemas inerentes da adolescência, tudo isso em plena a temporada mais festiva do ano. Ela é aquele tipo de confort série que a gente não quer deixar de assistir e que se tornou super necessária em 2020. O trabalho de figurinos, os cenários natalinos e a trilha sonora completam essa linda história de amor juvenil. Eles são perfeitos um para o outro e gostei que Dash e Lily enfrentaram os problemas com maturidade da idade deles, o que deixa tudo mais real e acaba conquistando o público. Fica a dica para quem ainda não conseguiu deixar o natal de lado e ainda está se jogando nos filmes e séries natalinas. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s