Terça Charmosa: ‘De Lukov, Com Amor – Mariana Zapata’

Oi oiiii pessoas. Depois de um bom tempo sem postar nada por aqui, por conta de alguns probleminhas pessoais e também por causa da correria da faculdade, estou de volta justamente numa Terça Charmosa. O meu escolhido de hoje é um livro que me conquistou de todo o coração e acredito que tenha sido assim com todo mundo que leu De Lukov, com amor, da Mariana Zapata. Esse livro marcou a estreia da autora no Brasil e na Editora Charme e eu já adianto: entrou para a lista dos meus favoritos da vida. Antes de saber mais, fiquem com a sinopse:

“Se alguém perguntasse a Jasmine Santos como ela descreveria os últimos anos de sua vida em uma única palavra, ela, definitivamente, usaria uma com quatro letras. Depois de dezessete anos e incontáveis promessas e ossos quebrados, ela sabe que as portas para competir na patinação artística estão começando a se fechar. Mas a oferta mais incrível de sua vida surge por meio de um cara arrogante e idiota que ela passou a última década desejando poder lançar na direção de um ônibus em movimento. Então, Jasmine compreende que precisará reconsiderar tudo. Inclusive Ivan Lukov.”

Jasmine Santos era muito jovem quando se apaixonou pela patinação artística. Desde a primeira vez que pisou numa pista de gelo, soube que queria fazer aquilo para o resto da vida, mesmo que seu pai não apoiasse esse sonho e só visse o esporte como um hobby. A moça dedicou todos os momentos, se doou de corpo e alma e se tornou uma excelente patinadora, com a ajuda de sua mãe e irmãos, que sempre a apoiaram no sonho de ser uma patinadora profissional. Os anos se passaram, e Jasmine, agora com seus 20 e tantos anos, já teve sua cota máxima de sangue, suor e lágrimas dados a esse esporte. Além de seguir essa carreira, seu maior sonho era ser medalhista olímpica e isso nunca aconteceu, mesmo ela sendo uma das melhores patinadoras da sua geração.

Além do mais, ela sabe que seu tempo para continuar competindo está se esgotando, principalmente após ter migrado para a patinação em dupla e tendo essa experiência como um verdadeiro desastre. Sem uma carreira solo e sem um parceiro para continuar competindo, Jasmine espera que uma oportunidade caia do céu. São dois anos sem competir, apenas treinando para manter a forma, então ela se vê desesperada por uma chance de continuar seguindo seu sonho e quando isso acontecer, vem da última pessoa que ela poderia esperar: seu arqui-inimigo Ivan Lukov, irmão de sua melhor amiga e o maior nome na patinação artística na atualidade.

“Você não se torna bom em uma coisa sem sacrificar algo para ganhar tempo.”

Ivan é considerado um prodígio da patinação artística, já ganhou diversos campeonatos, além de ser um medalhista olímpico. Mas no momento precisa de uma nova parceira urgente. Ele conhece Jasmine há anos, por causa de sua irmã e também porque a moça treina no Complexo Lukov, o ginásio de seus pais, mas eles se odeiam. Foram anos de uma interação nada amigável e não perderam nenhuma oportunidade de se provocarem. Jasmine é explosiva, fala sempre o que pensa, então Ivan usa isso para provocá-la. Bem aquele estilo gato e rato mesmo, que a gente ama acompanhar rs. Mas no momento, ambos precisam de um parceiro e a treinadora de Ivan indica Jasmine.

A patinadora sabe que precisará passar por cima das suas diferenças pessoais, se quiser continuar fazendo o que mais ama, então, mesmo relutante, decide aceitar a proposta de competir ao lado de Ivan. Não será para sempre. Apenas por um ano e depois, tanto Ivan quanto sua treinadora a ajudarão a encontrar um novo parceiro. Jas dá o braço a torcer e assume para si mesma que essa é um chance enorme para sua carreira, talvez sua última grande chance, mesmo que tenha que aguentar o irritante Ivan Lukov. Mas de uma coisa Jas tem certeza, Lukov é extremamente competitivo e fará de tudo para que o relacionamento entre eles dê certo e sua posição profissional continue intacta.

“Eu odiava me sentir tão insegura. Eu odiava sentir medo de que a resposta que eu estava procurando fosse uma pela qual eu provavelmente teria vendido a minha alma. Mas minha mãe me disse uma vez que arrependimento era pior do que medo.”

A trama de De Lukov, com Amor vai se desenvolver a partir daí e a através da narrativa de Jasmine vamos acompanhar a trajetória da personagem nessa nova empreitada. É claro que será aos trancos e barrancos, pois nenhum dos dois vai mudar do nada seus modus operandi, mas aos poucos vão percebendo que não tinham motivos reais para se odiarem, que não passava de briguinhas infantis e que eles continuaram se provocando mesmo na fase adulta. Sem falar que logo vão perceber o quanto são parecidos, que o amor pela patinação artística está entranhada em suas almas e que seriam capazes de qualquer coisa para continuar se dedicando a esse amor.

O mais importante no relacionamento de trabalho deles é a confiança, já que a patinação artística é um esporte perigoso, então essa confiança logo vai se estender para o relacionamento pessoal entre eles e aí uma linda amizade vai nascendo. E era o que Jasmine precisava. Ela é uma mulher muito forte e determinada, mas estava cansada de estar estagnada na carreira e precisava dessa sacudida para saber que ainda era capaz de realizar seus sonhos. A patinadora teve um início muito promissor, mas passou por momentos desafiadores e, até mesmo perigosos, e que marcou muito a sua personalidade e seus relacionamentos. A chegada de Ivan foi um sopro de vida, não só em sua careira, mas na maneira que ela lidava com seu passado.

Quanto à Ivan Lukov? Digamos apenas que Jasmine não tinha um motivo real para odiá-lo. Ele é um cara super do bem e muito inteligente. Vale ressaltar que ele é absurdamente lindo, com sua beleza russa, então arranca suspiros por onde passa. É dono de uma autoestima gigante e de uma personalidade bem-humorada. Todos esses fatores gritam sex appeal, mas Jasmine tenta se convencer que o cara é apenas OK. Inicialmente a gente até acredita que ele seja babaca, mas conforme o relacionamento deles vai progredindo, nós, assim como Jas, somos surpreendidos por um Lukov gentil e amoroso. Um amigo dedicado e um parceiro confiável.

“Porque eu não me importo que você tenha dez outras pessoas como suas favoritas. Você sempre será a minha pessoa favorita. Sempre”

Quanto aos demais personagens, preciso destacar o relacionamento de Jasmine com sua família. Que coisa mais deliciosa foi acompanhar o convívio dela com seus irmãos e sua mãe. Eles são bem divertidos e espontâneos, e cada um tem seu lugarzinho especial na grande loucura que é essa família. A relação de Jas e seu pai já é um detalhe bem mais profundo e complicado, que me arrancou diversas lágrimas. Adorei a maneira que a autora trabalhou esse arco na trama. O pouco que vemos da família de Lukov também me agradou bastante.

A escrita da Mariana Zapata é algo que vale destacar. Ela consegue nos envolver complemente na história, uma verdadeira imersão na vida desses personagens, principalmente da Jasmine, já que ela é a narradora. O modo fluido e gostoso de sua escrita, junto com a facilidade com que ela nos envolve nessa trama, de uma forma simples, mas profunda ao mesmo tempo, explica todo o charme desse livro. Já sou fã e quero ler tudo dessa mulher. Uma curiosidade sobre a forma que ela escreve seus livros é que eles são considerados slow burn, que numa tradução literal seria que ‘queima lentamente’, então não esperem uma história tórrida de amor, onde tudo se resolve rapidamente e em um ritmo acelerado. É bem o contrário disso, mas não menos cativante.

“Amor para mim era honestidade. Ser verdadeiro. Conhecer alguém em seu melhor e pior. O amor era um impulso que dizia que alguém acreditava em você quando você não acreditava em si mesmo.”

Não é nenhuma novidade que a Editora Charme sempre arrasa na diagramação de seus livros e nesse não foi diferente. Mantiveram a capa original, os capítulos são numerados e em cada abertura de capítulo tem uma imagem de patins como um detalhe. Esse livro é bem grande, mas apesar da fonte ser um pouco menor do que o normal, a leitura ainda foi confortável. A história nos localiza no tempo através das estações do ano, então sempre que avançamos para outra estação é sinalizado, o que eu achei algo legal e tem a ver com a trama em si, devido ao cronograma de treinamento e competições dos patinadores. Quando digo que o livro é bem grande, não estou exagerando, já que ele tem mais de 500 páginas, mas a escrita da Zapata é tão fluida que tudo vai se desenvolvendo no momento certo e nem percebemos que estamos lendo um livro tão grande.

“Eu te amo tanto, Jasmine, que, se torcesse meu tornozelo durante um campeonato, eu me levantaria e terminaria a coreografia para você conseguir o que sempre quis.”

De Lukov, Com Amor foi uma das melhores leituras que eu fiz em 2021 e virou um dos meus livros favoritos da vida. É até difícil encontrar palavras que consigam transmitir o quanto essa história aqueceu meu coração. Eu me apeguei demais a esse casal e quero protegê-los com toda a força. É uma trama emocionante, bonita, divertida, surpreendente e cheia de aprendizado, tudo com uma simplicidade e leveza apaixonante. Se tudo que eu já falei nessa resenha ainda não te convenceu, o ebook está no #KindleUnlimited e entre os 50 ebooks mais vendidos na categoria Romance Contemporâneo, mesmo depois de meses de seu lançamento. Se eu pudesse, dava mais que 5 Angélicas, então vou ficando por aqui, deixando a nota máxima para essa história. Até a próxima!

Um comentário em “Terça Charmosa: ‘De Lukov, Com Amor – Mariana Zapata’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s