A Hora do Chá ‘Um Par Perfeito – Sabrina Jeffries’

Oi ooooi gente! Hoje o nosso chá vai vim em duas doses de Sabrina Jeffries e a série Dinastia dos Duques, que começou com Projeto Duquesa. Para começar, venho falar sobre o conto gratuito e em e-book, que a Arqueiro liberou. Um Par Perfeito é o 1.5 da série e vem contar a história de Heywood, o filho mais novo dessa família enorme e um tanto diferente. Ele é importante para a sequência e mais curto, então, antes que fale mais coisa, fiquem com a sinopse…

Ao ler as cartas divertidas que a jovem Kitty Nickman enviava para o irmão dela, seu companheiro de regimento, o lorde coronel Heywood Wolfe se apaixonou perdidamente por ela.
Por isso, quando descobre que o mau caráter Lionel Malet pretende fugir com a jovem, se sente obrigado a fazer algo para impedir. Assim, acaba sequestrando Kitty e a prima dela, Cass, e levando-as para a casa de sua família.
Logo ele percebe que Kitty não é nada parecida com a autora inteligente e engraçada das cartas. Já a prima dela, Cass, é tudo isso e muito mais. O único defeito da moça é que ela é pobre.
Só que Cass, na verdade, mantém tanto sua idade quanto sua fortuna em segredo, pois procura um casamento que seja motivado puramente por amor, e não aceitará nada menos que isso…

Cassandra Isles e Katherine Nickman, mais conhecidas como Cass e Kitty, são primas e melhores amigas. Unidas desde crianças, agora estão se preparando para o debute, na temporada da sociedade. Mas, a preocupação de Cass agora, é ficar de olho em Lionel Malet, que vem tentando cortejar a sua prima. Seu instinto diz que ele não é confiável e só está atrás de Kitty por ser uma herdeira. O que todos não sabem, é que a Srta. Isles não é apenas uma companhia, mas também é uma herdeira. A diferença é que ela peça que isso fique em segredo.

A decisão de manter sua riqueza escondida surgiu depois que ela foi enganada por um pretendente. Então, agora ela deseja manter fora dos ouvidos dos interesseiros, para poder se casar por amor. E ela está determinada a não deixar que o dinheiro seja o motivo de Kitty se envolver com alguém, porque quer a felicidade da prima. Então, ela é uma pedra no caminho do capitão. Enquanto tenta se esquivar do homem e encontrar sua prima, irá encontrar com encontrar com Lorde Coronel Heywood Wolfe, que é o melhor amigo de Douglas Nickman, irmão de Kitty.

– E pensar que eu gostava do senhor… – disse Cass, fungando. – Estou vendo que não é o homem que achei que fosse.
– Um homem de ação? Um homem sempre preparado para lutar contra o inimigo?
– Um lorde arrogante.
Heywood deu um sorriso falso.
– Eu sou filho de um duque e também sou um coronel. Tenho o direito de ser um pouco arrogante, não acha?

Heywood logo gosta da personalidade de Cass e afirma que tem um importante recado para Kitty, que o irmão enviou. Mas, enquanto a jovem vai procurar pela outra menina, ele escuta os terríveis planos de Malet, que pensa em sequestrar a irmã de Douglas e ir para Gretna Green, para casarem. E isso, Heywood não pode permitir. Afinal, é justamente para alertar sobre Malet, que ele foi atrás da senhorita. Sendo assim, ele executa o seu próprio plano, não que seja o melhor que poderia fazer.

Com a desculpa das jovens se protegerem da neve, o coronel coloca as duas em sua carruagem e toma a decisão de partir para Armitage Hall, a casa de sua família, onde estão sua mãe, irmã e irmão, além de estar com preparativos para o Natal e o resto dos familiares. Ele acredita que isso impedirá que Malet vá atrás de Kitty, não só porque aparentemente esse é o caminho oposto ao qual ele deveria seguir, mas pelas estradas fechadas por causa da neve. E, esse período será usado para conhecer as damas.

– Talvez eu tenha lido a sua mente.
Ele olhou para a mão dela alisando a coluna.
– Duvido. Se tivesse lido, você com certeza não aprovaria.
Os olhos dele brilharam sob a luz fraca, e um frenesi de ansiedade percorreu o corpo de Cass.
– Ah, é? Por quê?
– Porque a minha mente está imaginando como seria se você me tocasse com tanto carinho quanto está tocando esta coluna.

A verdade é que Heywood já tinha a impressão de conhecer Kitty, pelas cartas que ela enviava para Douglas e ele acabava lendo. Mas, não vai demorar muito para ele perceber que a jovem das cartas não é a mesma que está com ele, sendo assim, logo a verdade virá à tona de que é Cass que escrevia os textos, por motivos que devem ser mantidos em segredos. Então, junta as cartas que o conquistaram e a personalidade da srta. Isles, e o Wolfe mais novo está encantado. Mas, ele tem responsabilidades que exigem dinheiro e, para isso, ele pretende se casar com uma herdeira. Não que Kitty ainda seja uma opção. Heywood só não faz ideia que Cass tem tudo o que ele precisa e nem ela quer contar, afinal, seu desejo é que o homem fique com ela por amor. Resta saber se esse sentimento será maior que tudo, forte o suficiente para que eles fiquem juntos. Além de saber se Malet desistirá tão fácil de seu objetivo.

Sem mais falar sobre a história, até porque ela é bem curta, quero falar sobre os personagens, começando com Heywood Wolfe, o filho mais novo de Lydia e irmão do novo Duque de Armitage. Ele apareceu, muito rapidamente, no final de Projeto Duquesa, mas foi o suficiente para que eu me encantasse e quisesse ler a sua própria história. Inegável dizer que o coronel tem uma personalidade extremamente cativante, e poder conhecê-lo melhor, não decepcionou. Seu senso de responsabilidade é gigantesco, inclusive é por causa dele que nutre tamanho ódio por Malet. Outra coisa que nos ganha é o seu jeito maroto e sedutor, que nos ganha com palavras sussurradas. Ele comete seus erros, mas sabe muito bem corrigi-los.

O sorriso de Cass o pegou desprevenido. Os sorrisos dela eram como assistir ao sol saindo de trás das nuvens, como um raio de esperança de que o dia seria melhor, afinal. Por que Cass tinha que ter um sorriso tão lindo?

Já Cassandra é uma jovem que também tem muita personalidade. Seu desejo de manter o fato de que é uma herdeira em segredo é para proteger o seu coração de caçadores de fortunas e ela tem um bom motivo para isso. Seu senso de proteção se também engloba a sua prima e eu amo o quanto ela se importa em cuidar de Kitty e seus próprios segredos. Ela é doce, mas tem o seu gênio forte. É sonhadora, ao mesmo tempo em que é pé no chão. Cass é uma pessoa que tem o maior contraponto entre os traços de sua personalidade, por isso é fácil gostar dela e entender seus motivos. Assim como Heywood, não é isenta de erros, mas eles a fazem mais humana.

Na parte dos secundários, não temos muitos personagens para elencar. A principal é Kitty, outra menina tão doce, ingênua e atrapalhada, que fica fácil entender o medo de Cass de que ela seja enganada. Ela fala um pouco demais e acaba entregando várias coisas, troca ditados, e existe um motivo pelo o qual ela sempre escondeu que não eram quem escrevia as cartas para o irmão, mas com a melhor das intenções. Tanto Kitty, quanto Cass, são recebidas em Armitage Hall pela duquesa viúva, por Gwyn e Sheridan, personagens que já conhecemos – e adoramos -, do livro anterior. Mais para o final, chegam Grey, Beatrice e Joshua, com o seu lado engraçado e prontos para pegarem no pé de Heywood. São participações pontuais, mas que servem para reforçar o quanto são maravilhosos e nos deixar ansiosos para os próximos livros. A parte desprezível fica por conta do capitão Lionel Malet e seus planos sórdidos.

– […] Tudo isso na ansiedade de sermos salvas pelo nosso cavaleiro em uma armadura brilhante.
Para a surpresa de Cass, a duquesa caiu na gargalhada.
– Conhecendo o meu filho, está mais para armadura enferrujada. 
– Deus do céu, mãe – resmungou Heywood.
– Ah, querido, estou deixando você constrangido? – perguntou a duquesa, com o que parecia uma pontinha de satisfação. – Achei que nada o envergonhasse, meu filho. Antes de se tornar coronal, você, assim como seus irmãos, era tão… digamos, desavergonhado. Embora isso tenha sido há alguns anos.

Eu conheci Sabrina Jeffries com Projeto Duquesa e foi amor a primeira lida. Achei super diferente a ideia de fazer uma Dinastia de Duques, onde ela três filhos se tornando poderosos duques. Não bastasse isso, ela super acerta na construção e apresentação de cada personagem, fazendo com que a gente goste muito de cada um deles, fique ansiosa para saber os seus próximos passos, com vontade de ler os próximos livros e desvendar os mistérios que ela vai deixando pelo caminho. Porque, sim, além de muito poder, amor e família, um mistério também ronda a trama. Assim como no livro de estreia, o conto vem com momentos super engraçados, outros mais emocionantes e aqueles bem sensuais, que só os romances de época sabem como apresentar. O conto pode ser mais curto do que os livros principais, mas ele é uma delícia! Super sacia a vontade que estava de conhecer melhor Heywood – ainda que eu ainda fosse capaz de ler mais e mais páginas -, e mata um pouco a saudade dessa família maravilhosa!

Falando em diagramação da Editora Arqueiro, antes de mais nada, quero dizer que AMEI o fato deles trazerem esse conto e com o bônus de ser gratuito pelos fãs. Quando fiquem sabendo que Heywood tinha sua própria história, mas era no meio de uma antologia, fiquem com medo de nunca chegar por aqui, mas ainda bem que me enganei. Obrigada mesmo, Arqueiro linda do coração! A capa é uma gracinha, e a diagramação do e-book é simples. Não encontrei nenhum erro.

Sim, ela amava Heywood. Amava seu jeito protetor e gentil. Amava que ele gostava de sua inteligência. Amava o fato de ele ter se sentido atraído pelas cartas dela.

Um Par Perfeito é uma leitura super rápida, gostosa e de aquecer o nosso coração. Acho que ainda não comentei que se passa no Natal, não é? Como fã desse feriado, já foi um esquenta para o clima haha. O conto serviu para reforçar que Sabrina Jeffries é uma autora que já me conquistou e me deixou preparadíssima para a história de Gwyn. Deixo minhas cinco Angélicas e a promessa de voltar mais tarde, para falar sobre O Duque Solteiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s