A Hora do Chá: ‘Um Cavalheiro A Bordo – Julia Quinn’

Boa tarde, miladys e milords! Mais uma quinta chegou e com ela, a coluna mais amada desse blog. E, como companhia, teremos ninguém mais, ninguém menos que a nossa DIVA dos romances de época, Julia Quinn, com o terceiro livro da série Os Rokesbys, Um Cavalheiro a Bordo, que já promete ser incrível por termos uma Bridgerton como protagonista. Ansiosos? Então, se aproximem… o chá está servido!

“Ela estava no lugar errado…
Durante um passeio pela costa, a independente e aventureira Poppy Bridgerton fica agradavelmente surpresa ao descobrir um esconderijo de contrabandistas dentro de uma caverna.

Mas seu deleite se transforma em desespero quando dois piratas a sequestram e a levam a bordo de seu navio, deixando-a amarrada e amordaçada na cama do capitão.
Ele a encontrou na hora errada…
Conhecido entre a alta sociedade como um cafajeste e um corsário inconsequente, o capitão Andrew James Rokesby na verdade transporta bens e documentos para o governo britânico.

No meio de uma viagem, ele fica assombrado ao encontrar uma mulher na sua cabine. Sem dúvida sua imaginação está lhe pregando peças. Mas, não, ela é bastante real – e sua missão para com a Coroa o deixa preso a ela.
Será que dois erros podem acabar no acerto mais maravilhoso de todos?
Quando Andrew descobre que Poppy é uma Bridgerton, entende que provavelmente terá que se casar com ela para evitar um escândalo.
Em alto-mar, as disputas verbais entre os dois logo dão lugar a uma inebriante paixão. Mas depois que o segredo de Andrew for revelado, será que ele conseguirá conquistar o coração dela?”

2

Poppy Bridgerton sempre gostou muito de explorar. O termo “a curiosidade matou o gato” nunca caiu tão bem para uma personagem como para essa. E é seguindo seu instinto curioso que Poppy entrará em uma das maiores enrascadas que uma dama da alta sociedade poderia, um dia, imaginar entrar. Depois de uma segunda temporada fracassada em Londres, Poppy está visitando sua prima Elizabeth que mora em Dorset, na Inglaterra, um lugar tão agitado e com tantas coisas para fazer que o atual modo de Poppy passar o tempo é conseguir encontrar uma caverna seca no litoral. Empolgante, não é?

Pois acaba se tornando mais emocionante do que o esperado quando Poppy realmente encontra uma caverna seca e completamente escura. Ao decidir entrar para explora-la, Poppy nunca imaginou que só sairia dali enrolada numa saca a caminho de um navio rumo a Portugal. Afinal quem, em sã consciência, poderia imaginar que naquela manhã completamente normal Poppy sairia de casa para ser sequestrada por piratas? Ok, não são exatamente piratas, mas bem que poderiam ser, não é? De qualquer forma, Poppy se vê obrigada a embarcar num navio, com apenas a roupa do corpo, amarrada e destinada a passar as próximas duas semanas confinadas na cabine do capitão de um navio denominado Infinity

Capitão Andrew James, também conhecido como Andrew Rokesby para nós, íntimos da segunda família mais amada de Londres. Andrew não consegue acreditar que uma Bridgerton está a bordo do seu navio rumo à Lisboa, mas ele não tem outra opção. Ele precisa levá-la com ele nessa missão, assim como continuar escondendo dela sua verdadeira identidade. Ela não pode saber que ele é um Rokesby, por mais que suas famílias sejam amigas, isso é para a segurança dela e dele próprio.

Todos pensam que ele é apenas o capitão de um navio, como um corsário qualquer, que renunciou a seu cargo militar para ter uma vida livre em alto mar. O que ninguém sabe é que, na verdade, isso é apenas um disfarce, já que Andrew usa suas viagens constantes da Inglaterra para a Península Ibérica para levar e trazer mensagens ultra secretas a serviço da Coroa. A bendita caverna que Poppy encontrou em suas expedições nada mais é que um ponto de entrega dessas mensagens e Andrew se vê obrigado a levar Poppy com ele para que ela não acabe falando com alguém, antes que ele possa mudar esse ponto de lugar.

“Andrew a transformara em sua musa? Dificilmente. Poppy Bridgerton era muito irritante e inteligente demais, não combinava com aquela paz de espírito que ele sentia no momento. Era um inconveniente misturado com desastre iminente. No entanto, ele sorria sempre que pensava nela (o que, maldição, era o tempo inteiro).”

5

E é assim que nossos protagonistas embarcam numa viagem em alto mar que promete mudar a vida deles para sempre. Poppy, que nunca tirou seus pés do solo inglês, se vê em uma aventura em alto mar, desbravando o Atlântico e pisando em solo estrangeiro, com pessoas de cultura, língua e costumes tão diferentes da qual ela está acostumada. Andrew, por sua vez, que sempre foi tão livre e desprendido de tudo e todos, se vê querendo estar cada vez mais amarrado àquela mulher que o deixa louco com seus debates e conversas sem fim.

Que casal, meus queridos! Que casal!!!!!! Mais uma vez, Julia Quinn nos traz uma história de amor divertida, com protagonistas envolventes que nos deixam presos à toda e qualquer palavra do início ao fim do livro. Impossível não se impressionar com a força de Poppy que, mesmo numa situação aterrorizante que é se ver sequestrada, em alto mar, rumo a um país desconhecido com pessoas mais desconhecidas ainda, consegue encontrar todo e qualquer ponto positivo e se agarrar a ele para manter a compostura. A cabeça de Poppy não para um segundo sequer e eu morri de rir com suas divagações. Ela passa muito tempo sozinha na cabine, já que não pode sair, e só tem como companhia sua própria imaginação. E essa imaginação não tem fim! Gargalhadas estão garantidas com essa mocinha impertinente e incrível que a autora nos presenteou. Poppy entrou para a minha lista de protagonistas preferidas, com certeza!!!!

Andrew, por sua vez, se tornou meu Rokesby preferido! Tão cheio de vida e carisma e, ao mesmo tempo, tão responsável e sério com toda a responsabilidade que ele tem como agente secreto à serviço da Coroa, é incrível como ele consegue ser tudo de forma tão fluida e fácil. Ele leva essa vida de trabalhos tão importantes e perigosos, mas não deixa que todo esse peso apague a beleza e o privilégio que ele sabe que tem, ao se ver em alto mar, livre e sendo quem ele quer ser. Ele aproveita tudo que a vida lhe traz, desde as melhores comidas imagináveis até as estrelas no céu e o vento que sopra em alto mar. Andrew tem um carisma e paciência sem fim. Ele vê tudo de diferente em Poppy e ama cada particularidade da personalidade dela. Acima de tudo, ele respeita cada pedacinho impertinente de Poppy e a admira por ser quem é, mesmo que ele saiba que isso acabe enlouquecendo-o em algum ponto da viagem.

“‘Isso’, pensou, ‘isso é a maldição sobre a qual os homens não param de falar por aí’. Um mulher a bordo não é capaz de fazer com que um raio atinja o mastro, muito menos de atrair uma praga de ratos e gafanhotos. Não – em vez disso, ela enlouquece os homens. Quando chegasse a Portugal, ele teria perdido a metade da sanidade e, quando enfim retornassem a solo inglês. estaria completamente doido.”

4

A edição desse livro está  incrível, surpreendendo um total de zero pessoas rs. A Editora Arqueiro vem arrasando nos livros dessa série. Quem leu minhas resenhas dos livros anteriores, sabe o quanto eu sou apaixonada por essas edições. A capa é linda! A diagramação é perfeita para uma leitura confortável. Páginas amareladas, com fonte e espaçamentos ótimos que nós tanto amamos. Como comprei na pré-venda, ainda recebi o marcador de página imantado especial do livro, assim como nos livros anteriores. Minha coleção está ficando a coisa mais linda do mundo!!!!

Ao contrário dos livros anteriores, esse terceiro não teve um epílogo que nos desse uma dica do que virá no próximo livro e isso me deixou um tanto frustrada. Tivemos um vislumbre do irmão Rokesby mais novo, Nicholas, que já está na idade de começar seus namoros por toda Londres, o que me deixou pensando se o próximo livro é dele com a Georgie, irmã da Billie de Uma Dama Fora dos Padrões. SIM! Teremos mais Bridgertons nos próximos livros. Mas ainda teremos que segurar a ansiedade por mais um tempo até que a Editora Arqueiro libere a capa e a sinopse oficial do quarto livro da série. Só nos resta esperar ansiosamente rs.

Ah, e falando em Bridgertons, nesse livro somos situados na linha temporal da outra série. Edmund e Violet estão grávidos do segundo filho que se chamará Benedict se menino ou Beatrice, se menina. Morri de amores quando eles foram citados? Óbvio que sim! Inclusive, já estou pensando em começar a reler os primeiros livros da série dos Bridgertons e finalmente conseguir terminá-la. Vou ter que furar a fila dos livros, maaaaas é por um bom motivo, né?

“Não vai ser só um beijo, Poppy. Entre você e eu, jamais seria só um beijo.”

3

Enfim, Um Cavalheiro a Bordo nos leva numa viagem em alto mar digna de suspiros e risadas sem fim. Andrew é, de fato, um cavalheiro e nos faz morrer de amores por ele e seu senso de humor sem fim. Poppy nos mostra que, mesmo nas situações mais adversas e assustadoras, se continuarmos sendo quem somos e vendo o lado bom que tudo tem, conseguiremos superar o que aparecer da melhor forma possível. Esse terceiro livro leva todas as minhas Angélicas possíveis e eu só sei querer mais dessa família maravilhosa. 

CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

6 comentários em “A Hora do Chá: ‘Um Cavalheiro A Bordo – Julia Quinn’

  1. Olá!

    Essa mistura de séries da autora que me faz ficar com um pé atrás, tenho que pesquisar a ordem cronológica delas para começar a leitura e não acabar pegando nenhum spoiler.
    Os livros dessa série estão na minha lista de desejados.
    Mês que vem pretendo ler meu primeiro livro da autora, espero muito gostar!

    Curtir

  2. Sinceramente… To ate suspirando por aqui e ansiosa ao máximo para ler algo da Julia. Acredita que ainda não li nada dela? Vou amar conhecer esse casal e as aventuras que irão passar.
    Linda resenha!
    Bjus,
    Monólogo de Julieta

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s