A Hora do Chá ‘Desencantada – Carina Rissi’

Oi ooooi gente! Hoje, nossa querida Hora do Chá recebe a última resenha da Série Perdida, antes do livro final dessa grande aventura. Nos últimos quatro meses, eu vim relendo e resenhando a série para vocês, até chegar aqui. Agora já temos uma perspectiva de que Perdida 6 deve ser lançado por volta de novembro, caso a vontade da Carina seja feita, como ela comentou no Mochilão da Record 2020. Então, antes de começar a falar sobre a história da Valentina, vamos a sinopse…

Valentina descobriu muito cedo que não é nenhuma princesa encantada. Em vez de bailes e romance, tudo o que a jovem deseja é viver com dignidade longe do pai e da madrasta, que faz da vida dela um inferno. A oportunidade surge com uma proposta de casamento. Seu coração não se alvoroça com o pretendente, mas ela não está à procura do amor. Seria um bom arranjo, mas outro homem, o capitão Leon, um espanhol misterioso, porém mal-educado, irritante, atrevido — além de lindo —, surge em sua vida e, após um equívoco embaraçoso, ela fica noiva desse homem detestável. Então, Valentina sofre um terrível acidente. Assustada, porém disposta a provar que não foi um simples acaso, ela vai atrás do responsável. Entre suspeitas, disfarces, segredos e contratempos, a moça acaba sucumbindo à irresistível e devastadora paixão, sem se dar conta de que o perigo ainda está à espreita. Poderá uma garota nem um pouco encantada viver um conto de fadas e conseguir o seu final feliz? 

Nós conhecemos Valentina Albuquerque lá em Perdida, como sendo a provável futura noiva de Ian, mas tudo mudou com a chegada de Sofia, e até mesmo uma amizade cresceu entre as duas. Então, quando  a reencontramos no livro de Elisa, sabemos o quanto sua vida mudou. Sua mãe acabou falecendo, o pai casou-se com a terrível amante, ganhou um irmãozinho. E, ela acabou se mudando da vila onde passou a vida toda.

67

A senhorita acabou indo parar no sul e lá, sua vida vai mudar mais do que imagina. Como seria óbvio, seu relacionamento com aquela que foi amante do seu pai, é péssimo. E, com o próprio, é ainda pior. Tudo o que queria, era ter sua mãe de volta, se reconectar com aquele que deveria protegê-la. Mas, ela se sente sozinha. Ainda que dedique amor a Félix, seu irmão, e que Suelen, sua prima, tenha ido ficar com ela por lá. E, ela sabe que precisa arrumar uma forma de sair dali.

– Marinheiros como eu costumam devorar mocinhas inocentes como a senhorita antes do café da manhã.
– Não sou nenhuma mocinha inocente. 

No dia que vai procurar um presente de aniversário para dar ao pai, seu caminho se cruzará com o do Capitão Leon Navas pela primeira vez. E logo começam as implicâncias um com o outro. O que acontece também é que um de seus novos amigos a pede em casamento, mesmo que de forma direta e clara, não tendo amor envolvido. Tentando refletir se aceitará essa proposta, Valentina acaba reencontrando Leon na praia e, por causa de um incidente com um caranguejo, ambos acabam sendo flagrados em uma situação embaraçosa e, dessa forma, ficam noivos.  

Ainda que esteja encantada e atraída com a figura do Capitão, Valentina ainda tenta encerrar o noivado. Mas, isso não acontecerá. Então, durante um passeio a bordo do La Galatea, nossa mocinha descobrirá muitas coisas através das cartas que seus amigos e familiares mandaram e, finalmente, chegaram até ela. E, seu choque em descobrir coisas terríveis só não é maior do que o de ser empurrada para fora do barco.

– Como tem passado, querida noiva petulante?
– Estava bem até encontrá-lo, caro espanhol irritante. 

Com o que acontece, a vida da jovem muda mais uma vez, quando ela percebe que alguém tentou assassiná-la. Além disso, depois de ficar algumas semanas sumida, sendo cuidada por uma mulher, descobre que foi dada como morta, só que como tivesse se matado. Então, ela decide investigar quem pode tê-la empurrado e provar que estava bem mentalmente. Como uma ironia do destino, ela acaba virando Dominique, o menino de recados de Leon! Com isso, vai perceber que o homem que achou que não tinha sentimentos algum por ela, sofre mais que poderia imaginar.

68

No meio de muita confusão, muitas tentativas de se revelar, Valentina vai aprofundando seus sentimentos por Leon e percebendo quem é o Capitão. Além disso, precisa lidar com a dor que está causando em amigos e familiares que pensam que ela está morta. Mas, precisa descobrir primeiro quem pode colocar sua vida em risco. Basta saber se ela descobrirá a tempo de não magoar profundamente aqueles que tanto ama. E, se quando tudo for revelado, ela não possar ter deixado mais estragos do que pode reparar.

– Sabe, Dominique – começou, o rosto impassível -, fui ensinado que está é uma das coisas mais importantes da vida: a confiança. Ela é a base de tudo. Meu pai sempre diz que há três coisas que uma pessoa jamais deve quebrar: a confiança de alguém, uma promessa e um coração.

Tudo bem, eu sei que parece que falei muito sobre a trama. Mas, confiem em mim, não falei quase nada. Tem muita água para rolar na nova vida de Valentina. Por sinal, vamos falar sobre ela. Eu estava muito ansiosa por conhecê-la melhor. E como fui surpreendida. Esperava uma mocinha frágil, um tanto bobinha… Mas como ela é forte. Como cresce da primeira a última página. Ela passa por tanta coisa, recebe tanta informação de enlouquecer e segue tão fiel a quem é. O seu lado Dominique é tão engraçado quanto poderia ser uma jovem dama, se tornando um faz tudo. E, será nessa persona que ela vai descobrir mais coisas sobre si e sobre aquele que ama. Mas também se mete em cada uma, que só lendo.

E temos o Capitão Leon Navas. Mais conhecido como meu novo marido literário, tudo pra mim, dono de todos os meus pensamentos. Sentiram como está a coisa?! Eu não sei nem como começar a falar desse homem maravilhoso para vocês. Achei que seria difícil alcançar o nível de Ian Clarke, mas Leon… ah, Leon! Ele tem um jeito irônico de início, que parece ser aquele cafajeste que amamos amar, que faz de tudo para seduzir a mocinha e a leitora e, assim, nos tem em suas mãos rapidamente. Mas, ele tem seu lado apaixonado, preocupado, zeloso. E esperto. Quando o véu da dor saí de seu caminho, ele enxerga tão bem as coisas. Além de fazer o que for preciso para proteger Valentina, mesmo ela deixando ele louco. Preparem-se. Vocês vão se apaixonar também. Ainda mais quando esse homem soltar os ‘mi sirena’ dele.

– Passo metade do tempo louco com você e a outra louco por você. O que não muda é você. Sempre você, Valentina. 

Como secundários, temos alguns conhecidos, como Dimitri Romanov, assim como Najla e Suelen, que apareceram em Encontrada. São amiga e prima de Valentina e estarão ao seu lado em todos os momentos em que puderem. Temos Pedro, amigo dela, que me fez passar mal de rir em um momento. Outra que é adorável é a sra. Abigail, que cuidará da jovem, depois do acidente. Félix, o irmãozinho, é a criança mais fofinha. Temos até mesmo Manteiga, o melhor cachorro que a dama poderia arrumar! Mas, como nem tudo são flores, temos o sr. Albuquerque e Miranda, que me deixaram com muita vontade de distribuir uns tapas por aí.

721

Falar sobre a escrita da Carina, nesse livro, é ainda mais encantador. Enquanto do primeiro ao quarto eu estava fazendo uma releitura, esse foi inédito para mim. E fui arrebatada. Estou me questionando horrores o porque de ter demorado tanto para ler esse livro. A história não é nada do que eu imaginei e isso deixa ela ainda melhor. Valentina não é uma mocinha que vai sentar e esperar as coisas se resolverem, com isso, acontece tanta coisa, que não dá vontade de parar de ler. Temos aquelas doses de amor, aventura, amizade. Os toques que nos farão dar risadas e os que nos farão chorar. Eu embarquei nesse livro e não queria mais descer, fiquei desejando mais. Ainda mais com o penúltimo capítulo…  Foi um doce que reuniu todos aqueles que amamos.

O amor nasce sem fazer alarde, sem levantar suspeita, domina o peito e tudo o que se abriga ali, fincando raízes profundas, impossíveis de cortar. O coração não tem escolha, exceto fazer o que sabe melhor: amar. 

Na parte da diagramação, temos uma capa tãaaao Valentina. Antes de ler a história, me dava curiosidade para saber se tinha explicação, e tem. O vestido azul, como os olhos dela e que passa a ser a sua cor, o chapéu que representa o seu lado Dominique. Acho que, além de linda, foi uma capa muito certeira. Por dentro, o padrão dos anteriores. Folhas amareladas, com letras e espaçamento confortáveis para leitura.

Desencantada é o quinto livro da Série Perdida. E, ouso dizer, se tornou o meu preferido. Tenho um apego emocional a Sofia e Ian, mas Valentina e Leon me colocaram em outro nível. Não estou conseguindo controlar meu amor por esse casal maravilhoso. E por ele, em particular. Aproveito para pedir desculpas as minhas amigas aqui do Além de tanto falar nele haha. Sendo assim, deixo minhas cinco Angélicas, enquanto me torturo de ansiedade por Perdida 6.

CLASSIFICAÇÃO 5 ANGÉLICAS

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s