A Hora do Chá ‘A Sedução da Duquesa – Lorraine Heath’

Oi ooooi gente! Hoje é dia de tomarmos o nosso delicioso chá semanal e, dessa vez, trouxe o mais recente lançamento da minha musa mor dos romances de época, Lorraine Heath. A Sedução da Duquesa é o quarto livro da série Sins For All Seasons, que é chamando de Irmãos Trewlove, pela Harlequin. Ah!, já aproveito para dizer que os ebooks da série estão em promoção de hoje (15) até o dia 18! Apenas R$4,99 cada. Enfim… Agora, quem vem assumir o protagonismo é Aiden e seu clube para mulheres. Antes de falar mais alguma coisa, fiquem com a sinopse.

Aiden Trewlove está acostumado a apresentar o pecado e o vício às damas mais ousadas da sociedade londrina em seu clube exclusivo para mulheres, mas sempre se mantém a uma distância segura, sem quebrar sua regra de se envolver com a clientela ― ou pior, com a nobreza. No entanto, quando uma beldade mascarada aparece em seu clube certa noite, ele não consegue resistir à tentação de se aproximar. E fica ainda mais atraído quando ela lhe faz uma oferta pecaminosa, capaz de fazê-lo esquecer todas as suas regras.Selena Sheffield, duquesa de Lushing, acaba de ser tornar viúva. Em seus seis anos de casada, nunca conheceu paixão ou soube o que era amar. E, apesar das aparências, não está no Clube Elysium para isso. Ela tem um objetivo claro, e o futuro de sua família depende de seu sucesso. Mas, à medida que começa a percorrer uma jornada de descobertas e prazeres inomináveis com Aiden, fica cada vez mais difícil para Selena lembrar de seus deveres.

A história começa com um prólogo que mostra o nascimento do nosso protagonista, mas não só isso. Depois de ouvirmos falar do péssimo pai que ele tinha, de saber que ele e Finn são irmãos de sangue por parte do pai e de saber o quanto o homem é um idiota, chegou a hora de sabermos o seu nome. Então, temos um nome para sentir arrepios e desprezar, além de saber que ele é capaz de muito mais coisas do que tentar dar um sumiço em seus bastardos.

Aiden Trewlove, assim como seus irmãos, aprendeu a fazer a sua fama ser acima do fato de ser um bastardo. Então, criou o seu próprio clube de jogos, onde pessoas que não tinha acessos aos maiores antros de Londres poderiam frequentam. Seu irmão Finn, junto de Lavínia, decidiram abrir um clube exclusivo para mulheres, mas depois dos fatores que aconteceram em A Filha do Conde, eles deram esse local a Aiden, que fez com que prosperasse e ganhasse fama.

Engolindo em seco, ela colocou a mão enluvada na dele, surpresa com o calor que a pele bronzeada emanava. Ele colocou a mão na dobra interna de seu cotovelo e começou a levá-la para fora das sombras.
– Estou ansioso para apresentá-la aos prazeres do pecado.

Será no Clube Elysium que seu caminho se cruzará com o de Selena Sheffield, a Duquesa de Lushing. Ela acabou de perder o marido, que era novo, e está devastada. Porque o Duque de Lushing, mesmo depois de seis anos de casado, não gerou um herdeiro. E, por causa disso, grande parte das propriedades do ducado vão parar nas mãos da Coroa. E, apesar de ter um irmão Conde, ela sabe que ele não não respeito e nem peso para oferecer proteção às irmãs mais novas. Sendo assim, um plano é traçado entre ela e o irmão. Selena precisa engravidar o mais rápido possível, para que a criança ainda se passe como herdeiro do falecido.

Depois de saber que a família Trewlove está cada vez mais na boca do povo, devido aos negócios e os casamentos que três deles tiveram, além de ter visto Aiden no casamento de Mick com Lady Aslyn, Selena o escolhe como alvo para que seu plano dê certo. Mantendo sua identidade escondida por uma máscara, ela chama a atenção daquele sedutor homem, que se sente atraído pela misteriosa dama. Ela logo vai deixar claro que quer ir pra cama com ele, mas ele vai esperar até ela ter certeza e estar seduzida. Enquanto vai tentando descobrir quem ela é.

– Trewlove. Esse é um nome que parece estar na boca de todo mundo hoje em dia. Não sei se fico encantado ou horrorizado por conhecê-lo.
– Horrorizado é provavelmente o caminho mais seguro – assegurou Finn, chamando a atenção de Wyeth.

Não vai demorar para que a realidade dela ser uma Duquesa chegue a Aiden, mas, mesmo assim, eles continuam se encontrando, porque a atração entre ambos é enorme. Ele está encantado como nunca antes e ela experimentando todo o frenesi que uma paixão pode ter e não havia experimentado. Mas, Selena tem um plano secreto e contar com a ajuda não oferecida desse homem pode ser arriscado. Resta saber se ela terá coragem de manter seu plano até o fim e terá o cuidado de não deixar que ele descubra nada. E, não só isso, mas como ambos irão lidar com o que está nascendo entre eles.

Enquanto na trama ainda tem muita coisa para acontecer, vamos falar sobre os personagens, começando por Aiden. Honestamente falando, eu sabia que iria amá-lo. É meio difícil não amar um dos Trewlove, especialmente alguém que está prontíssimo para defender seu irmão Finn, da forma que ele fez. Assim como os outros que ele ama. Ele não é muito fã da nobreza, mas a chegada de uma duquesa na sua vida, irá mudar um pouco a sua mente. Ele tem um posicionamento muito firme sobre a ideia de construir uma família – e, aí, eu amo quando esses homens são dobrados pelo destino -, e podemos entender como ele não deseja que uma criança corra o risco de passar o que ele passou. Ele é um empresário dedicado, um irmão incrível e um amante que a gente não pode colocar defeito.

– […] Na maioria das vezes, as mulheres têm muito pouco poder. Fazemos o que precisamos para sobreviver ou garantir a sobrevivência daqueles que amamos. Raramente as escolhas são feitas de forma fácil, e nem sempre são agradáveis.

Selena é uma viúva em desespero. Posso não concordar muito com o seu plano inicial, com algumas atitudes que ela tem, mas consigo compreendê-la. Ela fica preocupada muito mais com os futuros das irmãs, do que até mesmo com o seu, e eu consigo passar um paninho para isso. Se culpa por não ter dado um herdeiro para o ducado de Lushing e mais ainda pela ideia que tem tentado colocar em prática. Mas, ao mesmo tempo, vejo uma doçura nela, uma inocência e o fato de que nunca se sentiu realmente amada, adorada, por alguém. Junto de Aiden, vai descobrir todos os bons lados que a paixão tem.

Os secundários são os outros integrantes da família Trewlove. Temos um pouco de cada um deles, incluindo do Robin, o menininho do segundo livro. Realmente, é para nos fazer matar a saudades dele. O destaque vai para Fancy – que irá protagonizar o próximo livro da série – e a abertura de sua livraria. Nessa cenas, podemos ver o quanto os irmãos mais velhos a amam, protegem e até mesmo mimam a menina. Também temos bastante do Finn e, com isso, o asqueroso pai que eles dividem. Podem se preparar para passar raiva, ódio e nojo. Vamos saber mais do homem e de seus atos. Aiden vai receber muitas respostas nessa trama. E, não posso deixar de dizer o quanto admiro Ettie Trewlove, que criou e amou todos esse adultos que foram renegados por seus pais, lhe ensinou propósitos e caráter. É visível o quanto ela é importante para cada um deles.

– Você é irritante, sabia disso?
Finn teve a audácia de sorrir.
– É para isso que servem os irmãos. 

Eu estou aqui apenas para propagar o meu amor e minha adoração por Lorraine Heath e seus livros. Não sei se tem referência ao fato dela ter sido a minha primeira autora de livros de época, mas eu vejo Lô – sim, sou íntima -, como alguém que nunca erra. Os seus livros são maravilhosos, super envolventes e com uma trama tão cativante, que só queremos ler capítulos atrás de capítulo. Ela cria personagens muito profundos, cheios de camadas, que tem diversas qualidades, mas vem acompanhados de seus defeitos. São personagens reais, com seus amores, medos, felicidade e sofrimentos. Quando eu acho que ela já me conquistou e me deu um livro favorito, ela vem e prova que eu estou errada. Heath sempre pode se superar. Eu amo o fato dela criar uma família que nos mostra que união, amor e proteção não é apenas por causa de laços sanguíneos. Muito pelo contrário. A verdade é que me pego sempre ansiosa pelo seu próximo lançamento. E preciso dizer que não me refiro apenas ao próxima dessa série, mas sim que espero que a editora não a deixe escapar e traga outras de suas tramas.

A diagramação da Harlequin já me ganha na padronização da série. Apesar dos livros não serem numerados, a lombada deles orna, assim como as fontes dos títulos e até mesmo o fundo claro das capas – que só muda no segundo, onde Gillie está em um fundo escuro, mas até para isso eu consegui uma associação: o fato dela não ser da nobreza. Os capítulos são numerados e a narrativa em terceira pessoa. Para finalizar, as folhas são amareladas e o texto vem com espaçamento e letras confortáveis para a leitura.

O que ele sentia por Selena desafiava suas convicções, mas ele não era tolo o suficiente para abrir mão de seu coração, por mais que ela estivesse o atraindo com força.

A Sedução da Duquesa me deixou ansiosa desde o momento em que o livro foi posto em pré venda. Falou em Lorraine Heath, eu ja estou gritando que quero e não fui decepcionada. Novamente, a autora vem com uma história arrebatadora e aumenta nossos amor pelos Irmãos Trewlove e por aqueles que eles amam também. Enquanto fico aqui, me remoendo de ansiedade pela história da caçula, Fancy, deixo minhas cinco Angélicas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s